Saúde
Contagem regressiva para o verão Leia +

Você parou para pensar em como vai entrar na estação mais quente do ano?

E não só você, mas e as crianças?

A prática regular de atividade física é um grande aliado para uma vida saudável e equilibrada. Nos traz benefícios na prevenção de doenças, melhora a coordenação motora, auxilia no equilíbrio emocional, diminuiu o stress, além de benefícios estéticos, como perda ou manutenção de peso, ganho de massa muscular, dentre outros.

Entretanto, para atingir os objetivos desejados e ter uma vida saudável, é preciso aliar a atividade física a uma alimentação equilibrada e planejada, ofertando os nutrientes e a hidratação necessária, levando em consideração o tipo e intensidade da atividade, duração, objetivos e horários.

O nome parece estranho, mas, na verdade, a Bioimpedância é um método revolucionário que ajuda você a conhecer profundamente o próprio corpo.   E acredite! Exames de rotina não fazem isso com tanto rigor.

 
DOR NAS COSTAS? PODE SER LOMBALGIA!

Para vencê-la, dê adeus ao sedentarismo…

por Dr. Amaral Filho

 

Há alguns dias você vem sentindo uma dor um pouco acima das nádegas, na altura da cintura, que começa discretamente e vai aumentando até se tornar insuportável? Fique atento! Pode ser que você esteja apresentando um quadro de lombalgia. Não sabe o que é? Eu explico!

Lombalgia é um conjunto de manifestações dolorosas que acontecem na região lombar, decorrente de alguma anormalidade nessa região. O seu diagnóstico pode ser considerado simples, pois seu quadro clínico é constituído por dor, incapacidade de se movimentar e trabalhar.

Durante uma crise dolorosa, permanecer em uma postura inadequada pode provocar o aparecimento da dor e até agravá-la. Obter equilíbrio na coluna vertebral – como, por exemplo, permanecer com uma postura adequada na cadeira do escritório -  não é tarefa fácil.  Excesso ou falta de esforço físico nessas estruturas também podem trazer prejuízos.

A maioria das lombalgias é frequentemente relacionada às posições inadequadas, repetitivas, assumidas no dia-a-dia, associadas às deficiências musculares. Estudos apontam que, em ambos os sexos, tanto o sedentarismo como o trabalho com grandes cargas representam indicadores de risco para esta patologia.

Por isso, a elaboração de programas educativos de prevenção e recorrência da lombalgia deve ser prioridade no dia a dia das pessoas. O exercício físico pode contribuir e muito para tolerar melhor o estresse postura, o que justifica o abandono imediato do sedentarismo.

 

 

Dr. Antônio Ramos do Amaral Filho

CRM 24076

Ortopeda e Traumatologia

Medicina Esportiva

Medicina do Trabalho

e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Consutório: Rua Adib Auada, 35 - Conjunto 106 - Bloco A

Telefone: 11 4551-3051

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 Próximo > Fim >>

Página 3 de 5

Indique !