Casa e Jardins
A floresta mora em minha casa!


A floresta mora em minha casa!

Trazer a natureza para dentro de casa é o sonho de muita gente. O arquiteto Marcos Junqueira tornou isso possível aqui mesmo na Granja. Projetou uma casa no meio da Mata Atlântica. Hoje ela é ponto de encontro de animais e pássaros da região.

 Uma casa na floresta? Não. Uma floresta dentro de casa. Com direito a passeios de macacos e seus filhotes na varanda, visitas de pássaros exóticos como tucanos, sabiás no fim da tarde e árvores, muitas árvores por todos os lados. Este é o resultado do projeto do arquiteto Marcos Diniz Junqueira para um cliente radicalmente sustentável e naturalista.

Ele conta que este advogado, especialista em seguros e contratos internacionais, com uma rotina de trabalho extremamente estressante e corrida, o procurou após comprar um grande terreno de dois mil m² na Granja Viana com a totalidade da vegetação nativa preservada. A sua proposta era de um projeto que se adequasse à natureza existente e que nenhuma árvore nativa fosse derrubada para a construção da casa e que toda a sua estrutura fosse feita com madeira certificada de plantio comercial.  Marcos diz que usou grandes vigas de eucalipto tratadas e não alterou a conformação do terreno. A grande dificuldade, lembra, foi encontrar um espaço livre dentro da mata para instalar um sobrado de 200 m² sem remover uma só árvore. “Uma vez encontrado o espaço, o projeto foi tomando seu formato no entorno da mata. Foi um processo orgânico e muito envolvente”, destaca.

O arquiteto diz que sua preocupação inicial foi estudar muito sobre o assunto e pesquisar sobre o naturalismo e suas regras, quais os limites e necessidades que eles buscam. Segundo ele, um naturalista não dá muita importância para um jardim de rosas ou primaveras floridas ou canteiros de margaridas. O que ele busca é a recuperação do bioma nativo. Isso significa restaurar o estado original da flora daquela área, que durante séculos foi lentamente degradada pela presença do homem, o que acabou por afugentar a fauna nativa também. “Minha preocupação neste sentido foi direcionar o projeto para que houvesse um impacto mínimo no meio ambiente e que ainda pudéssemos fazer este trabalho de recuperação florestal”, explica.

 
Decore sua casa com Obras de Arte.



 
<< Início < Anterior 21 22 23 24 Próximo > Fim >>

Página 22 de 24

Indique !