Cuide-se
Vibre Positivo! Comece o ano ao som dos mantras


“ Quem canta os males espanta.” O ditado é antigo e o uso do canto para fins espirituais também... Desde o primeiro momento em que estudamos a música, percebemos que o canto já era utilizado para fins espirituais, tanto no ocidente como no oriente. Os mantras fazem parte dessa história, são letras com melodias de origem milenar que atravessaram fronteiras e hoje são conhecidas em todo o planeta.

Na Índia os mantras fazem parte de todos os rituais de celebração dos deuses, tanto no hinduísmo, no budismo. Tais celebrações evocam a clareza, a prosperidade e a paz interior para todos! Segundo Bia Cattoni, professora e proprietária do Yoga Kamla Studio: “É muito comum algumas tradições utilizarem o japa-mala – um colar com 108 contas para controlar as 108 repetições de um determinado Mantra. 108 é um número auspicioso na Índia, simboliza o eterno.”

A palavra Mantra pode ser traduzida como: “Instrumento para liberar a mente”, ou seja, Man – significa “mente” e Tra –“instrumento, controle, liberação”. O mais poderoso é o  “Om” , chamado “Pranava”, a ponte que leva aos outros mantras. Todos os mantras recebem o poder do Om – é o som primordial, o som da criação do universo.

Bia explica que: “Os mantras têm um ‘poder mágico’ de acalmar, aquietar a mente.  Despertar uma paz e uma alegria interior, única. A vibração dos mantras provoca uma verdadeira limpeza interna e abre os caminhos para meditação.”

Fisicamente eles atuam no campo energético das pessoas e do ambiente. Essa energia criada no coletivo gera um poder transformador! “Quando você escuta repetidamente um mantra, você está gerando um campo de energia ao seu redor, emanando e evocando algum aspecto... e tudo vai se acalmando... tudo vai ficando no lugar certo...”, diz a professora.

Eles também auxiliam no processo de cura, ajudando alguns tipos de tratamento. Mas qual o verdadeiro poder dos mantras? As palavras ou as melodias?  Bia define que são  as palavras mais poderosas, pois são únicas. Existem várias melodias para um mesmo mantra. Por outro lado é a melodia que “toca” a alma com mais intimidade e delicadeza, tornando você e o canto um só.

 
Comemore o fim de ano sem culpa

Chegou o final do ano! Vamos nos dividindo entre finalizar tudo o que temos que fazer antes do ano acabar, enquanto caímos na rotina puxada das  confraternizações da empresa, da escola, daqueles amigos que só encontramos na época de natal, o amigo secreto da academia e isso sem falar nas festas de família. São cookies, bolos, tortas, panetones com sorvete, pizzadas, churrascadas, perú, o pernil, pastéis, a sopa de lentilha entre tantas outras tradições que esta época do ano nos reserva. No hemisfério norte  está tudo certo. Além de ser inverno por lá, eles têm seis meses até as férias de verão, o que os deixa plenamente tranquilos para comer o que querem. Nós  brasileiros vivemos uma realidade bem diferente. Um verdadeiro dilema. E não é pra menos, passamos o mês inteiro estressados com as celebrações de o final do ano e comendo com culpa, pois logo chegam as férias de verão. Temos que estar com tudo em cima para não passarmos vergonha na praia. Isso gera um sentimento que só serve para piorar a nossa situação, a culpa.



 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 9 de 23

Indique !