O processo de envelhecimento

Após 15 anos imersa nos estudos, geriatra volta para a Granja Viana com bagagem para atender adultos e idosos

 

Nascida na Granja Viana, Juliana Berreta saiu aos 19 anos de casa para iniciar sua jornada na medicina. Cursou a graduação na Faculdade de Medicina de Jundiaí, fez residência em Clínica Médica na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e residência de Geriatria na Universidade Federal de São Paulo. Em 2015, motivada a estudar melhor o processo de hospitalização e reabilitação do idoso após a alta hospitalar, passou uma temporada em Boston, onde estagiou na disciplina de Geriatria da Harvard Medical School, na área de Transição de Cuidados. No mesmo ano, tornou-se membro da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

A Geriatria entrou na sua vida quando percebeu a importância de entender o processo de envelhecimento, a necessidade de conhecer as alterações esperadas com o avançar da idade e diferenciá-las do impacto que as doenças mais prevalentes nessa faixa etária ocasionam na saúde do idoso. “Cada paciente é único; podemos ver um indivíduo de 100 anos que vive de forma saudável e ativa em um corpo de 100 anos e, por outro lado, alguém de 60 anos com limitações decorrentes de doenças crônicas”.

Além disso, o olhar que o médico deve ter ao ver o paciente como um todo sempre a motivou. “Com o avançar da medicina, o médico de família perdeu espaço para os especialistas. Não é raro um paciente acompanhar com quatro, cinco médicos diferentes e nenhum elo entre eles ser estabelecido. O geriatra tem o papel de ser, muitas vezes, a referência na gestão da saúde do seu paciente e fazer a interligação com outras especialidades quando necessário”.

Umas das perguntas mais frequentes é quando devemos procurar um geriatra. “A rigor, começamos a envelhecer na terceira década de vida e o quanto antes nos prepararmos, maior a chance de um envelhecimento saudável. Além disso, antes de cursar geriatria, nos especializamos durante dois anos em clínica médica, nos tornando aptos a cuidar da saúde de adultos”.

Feliz em poder voltar para a Granja Viana e prestar um atendimento de referêcia em geriatria no Espaço Saúde do Granjardim, Dra. Juliana também faz consultas domiciliares, atua no seu consultório em São Paulo e faz parte do corpo clínico do Hospital Samaritano, Hospital Alemão Oswaldo Cruz e Hospital Israelita Albert Einstein. Atualmente, também é afiliada da Disciplina de Geriatria e Gerontologia da Universidade Federal de São Paulo onde, além de trabalhar no seu projeto de mestrado, é preceptora dos residentes e coordena um protocolo de fratura de fêmur em idosos, em conjunto com a Disciplina de Ortopedia e Anestesiologia.

 

 

Atendimento

São Paulo – Rua Mato Grosso, 306

Conjunto 504 – Higienópolis
3661-5130
Granja Viana
4702-6652|4702-6781

 

Cotia – Av. São Camilo, 980

 

Indique !