Cultura e Lazer Junho 2017 Leia +



O Corpus Christi de Santana de Parnaíba é uma das grandes manifestações religiosas do Estado de São Paulo e atrai, a cada ano, milhares de visitantes à cidade. Diversas ruas do centro histórico são cuidadosamente decoradas pelos moradores, com os tapetes coloridos feitos com serragens, pó de café e cascas de ovos. As ilustrações, com motivos religiosos, surpreendem pela beleza e perfeição. Missas e procissões completam a festa.
É bonito e se ver e enche o espírito de fé.
Vale a pena!


A partir de 15 de junho!
Para informações, ligue: 4622-7500
Atores badalados da TV brasileira, Rosi Campos e Marco Nanini sobem ao palco do Sesc Pinheiros com Ubu Rei, obra de Alfred Jarry, ícone do Teatro Moderno. A peça, que hoje é considerada um clássico, foi tida como absurda na época em que foi encenada. Junto com a Cia. Atores de Laura, a dupla conta a história de Pai Ubu, líder de uma revolução e assassino do rei da Polônia. Clamando por vingança, o fantasma do morto passa a assombrar o protagonista, que mata toda a população do reino para garantir seu poder. A influência de Mãe Ubu nas ações do novo rei é, o tempo todo, comparada às ações de Lady Macbeth, personagem da obra shakespeariana. O espetáculo fica em cartaz até 25 de junho, de quinta a domingo, com ingressos de entre 15 e 50 reais, e você não pode perder.
Rua Pais Leme, 195 – Pinheiros, São Paulo/SP
Tel.: 3095-9400 (Informe-se sobre os horários)

Sexo e Mulher

Parem tudo! 

Até o dia 6 de agosto vai rolar no subsolo do Masp a exposição “Quem tem medo de Teresinha Soares?”, com mais de 50 obras da autêntica – e bastante polêmica – artista mineira Teresinha Soares, configuradas entre os anos 1965 e 1976.
Visite de terça a domingo, das 10 às 18 horas, sendo que as quintas o horário é diferenciado, das 10 às 20 horas. Os ingressos custam 30 reais (15 reais para meia entrada) e a boa notícia é que de terça-feira a entrada é free.
Legenda da foto: Obra “Um Homem e Uma Mulher”


Horários: sábados: das 18 às 24 horas


Tapete de Corpus Christi

TEATRO EM SAMPA

A Cabana

A cabana conta a história de Mackenzie Allen Phillips, que passou por dias amargos após o sequestro e a morte da sua filha caçula em um acampamento. Mack não era nenhum beato, porém, depois da tragédia com a filha, sua relação com o Divino ficou bastante prejudicada.

Tempos depois, em uma manhã gelada de inverno, Mack recebe um misterioso bilhete, convidando-o a voltar a cabana, o local do homicídio de Melissa, território de difícil acesso. Ele não hesitou e foi, pois, precisava achar respostas para o acontecido. A ferida ainda estava aberta e sagrava muito.

Sobre Mackenzie, ele teve uma infância muito difícil, seu pai era alcoólatra, agredia a esposa e a ele com frequência. Fugiu de casa aos 13 anos, e desde então, nunca mais teve notícias de seus pais. Passou por muitas dificuldades, até que se casou com Nan, com quem teve seus filhos.

A história é narrada pelo seu amigo Willie, que relata o que se passou com Mack durante sua permanência na cabana.

Ao chegar à cabana e encontrar com a Santíssima Trindade personificada de uma forma muito peculiar pelo autor, Mack passa por um processo de aproximação de Deus. Aos poucos ele vai aceitando e aprendendo a lidar com a tragédia que abalou a sua vida e de toda sua família.

A história é comovente e nos faz pensar um pouco mais em nossas crenças, nossa fé, nossa visão de mundo e espiritualidade.

Li e reli este livro três vezes e sempre encontro algo interessante. Caso você não seja amante da leitura, aproveite a dica e assista ao filme que há pouco tempo estava em cartaz nos cinemas e não deixa a desejar.

Excelente leitura e excelente filme para todos!

Autor: Willian P. Young - Editora: Arqueiro - Ano: 2008 - Edição: 1ª

Comentário: Sandra Rodrigues



 

Indique !