Turismo de Ouro Fino recebe R$16 milhões em investimento

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Minas Gerais conta com diversas opções de turismo que atraem visitantes de todo o país, seja pela sua história, costumes, gastronomia ou simplesmente pela natureza exuberante que proporciona momentos de aventura e contemplação. Localizada na região sul, Ouro Fino, uma das cidades mais antigas do Estado, receberá investimentos públicos e privados que totalizam R$ 16 milhões.

O aporte, que visa fortalecer e transformar os destinos turísticos da região, irá melhorar serviços e apostar no ecoturismo rural e de aventura. De olho nas viagens de curta distância, tendência em todo o país devido o cenário da COVID-19, a cidade se desponta com seu roteiro exuberante, que favorece tanto Minas Gerais como São Paulo – ela fica a 3 horas da capital paulista.

Tranquila e com apenas 30 mil habitantes, Ouro Fino ficou famosa como a cidade do Menino da Porteira. Repleta de montanhas e matas preservadas, possui diversos atrativos ligados ao turismo ecológico e de esportes de aventura como canoagem, cavalgada, motocros, off-road, paraglider, pesca, trekking e trilhas de bike, aliás, a cidade realiza um dos mais importantes torneios de mountain bike do país, o Ouro Biker.

Com cerca de 50 bares e mais de 20 restaurantes, uma das principais novidades da cidade para as próximas semanas é a inauguração do sofisticado gastrobar Observatório. Apostando na alta gastronomia mineira e num ambiente acolhedor, a casa deve abrir as portas na segunda quinzena de outubro e marca o momento de otimismo que a cidade vive.

“Nasci e cresci em Ouro Fino, quando me mudei para São Paulo, há 11 anos, para estudar e trabalhar, descobri um universo gastronômico que eu nunca tinha conhecido antes” – Conta Neuber Ficher, proprietário do novo empreendimento – “Sempre atuei em comunicação, mas em 2020 surgiu a oportunidade de locar o espaço do antigo Bar do Paulo, que fica no térreo do prédio onde funciona a sede da minha empresa em Ouro Fino. Nesse momento me veio a ideia de colocar em prática o que eu sempre sonhei para minha cidade, ter um ambiente gastronômico que valorize a tradicional culinária mineira e que traga para Ouro Fino a qualidade do serviço dos grandes restaurantes das capitais. Uma experiência única e inédita para a cidade e que desperte em outros empreendedores a vontade de investir em Ouro Fino e fazer dela uma cidade que tenha o melhor para seus habitantes e para os turistas”.

Segundo Cícero Braga, chefe do Departamento de Patrimônio, os investimentos estão por toda a parte – “Destaco a construção de um hotel fazenda no bairro Caneleiras, a construção de um condomínio de alto padrão, e um complexo turístico com lagos e restaurantes no distrito de São José do Mato Dentro. Nossa expectativa é que até dezembro de 2023 Ouro Fino possa receber anualmente mais 40 mil visitantes”.

Ainda segundo Braga, a cidade investirá na instalação de novas placas de sinalização e outdoors para a orientação dos pontos turísticos, em eventos culturais como shows e exposições, atividades esportivas e de aventura como futebol, rafting e canoagem, na criação de 20 km de trilha destinada ao turismo religioso, além da construção de um portal e quiosques que serão instalados na Cachoeira do Taboão. Está também nos planos da prefeitura, a construção de um dec elevado entre o terceiro e quarto lago, que contará com quiosques, stand up padle, tirolesa, pedalinho, arborismo e trilhas, além de uma mini cervejaria. Boa parte dessas novidades estará disponível para os visitantes até fevereiro de 2022.

Ouro Fino possui na sua entrada uma estátua com mais de 8 metros de altura do Menino da Porteira, além de outros monumentos que fazem alusão a canção de Teddy Vieira, que ficou eternizada na voz de Sérgio Reis. Vale lembrar que a cidade é parte integrante do Caminho da Fé, um roteiro que liga a cidade de Águas da Prata, em SP, a Aparecida do Norte, uma versão brasileira do Caminho de Santiago de Compostela.

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts