Cotia registra menor taxa de mortalidade infantil dos últimos dez anos, mostra Seade

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Fundação Seade divulgou as taxas de mortalidade infantil do ano de 2020 dos municípios paulistas. De acordo com os dados, Cotia teve a menor taxa da série histórica dos últimos dez anos e ficou em 6.1 óbitos por mil nascidos vivos. O resultado coloca Cotia com indicador melhor do que a medição mais baixa registrada em Americana (6.5) e São Carlos (7.0), cidades com IDH e número de habitantes semelhantes a Cotia.

Para Rogério Franco, prefeito de Cotia, o resultado coroa as ações do Programa Cotia que Cuida que, por meio da ação social Mãe Cotiana, tem garantido assiduidade das gestantes nas consultas de pré-natal e acompanhamento regular da criança com pediatra até completar um ano de idade. “É uma ação que garante às futuras mamães acesso prioritário no serviço de saúde e atendimento social, como a gratuidade de transporte para consultas e exames na rede municipal. Além disso, também entrega o enxoval completo com carrinho para os bebês. São ações tomadas pelo poder público que ajudam a prevenir, identificar e tratar problemas de forma precoce”, disse o prefeito. “Estamos muito felizes com o resultado histórico para a nossa cidade”, completou.

O Secretário de Saúde, Magno Sauter, também comemorou o resultado. “Ficamos muito felizes com os indicadores de 2020, é um resultado impactado diretamente pela Mãe Cotiana, a ação melhora a adesão ao pré-natal e puericultura, com isso, temos o impacto positivo na mortalidade”, comentou o secretário.

Em Cotia, as gestantes têm acesso ao atendimento de pré-natal em todas as 26 Unidades Básicas de Saúde, além disso, em caso de gravidez de risco, as futuras mamães são acompanhadas na Clínica da Mulher.

Taxa de Mortalidade Infantil em Cotia

2011   2012   2013   2014   2015   2016   2017   2018   2019* 2020

8,6      11,2    9,4       8,5      10,8    13,1    7,6      7,7       10,9*   6,1

*Segundo a Secretaria de Saúde de Cotia, a taxa de mortalidade infantil em 2019 que consta no Seade é divergente da informada pelo município à época – de 6,7. A Secretaria afirma ter solicitado a correção dos dados, mas, até o momento, não foi realizada

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts