Não passei no teste de mecha! E agora?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A expectativa é grande quando decidimos fazer o cabelo, não vemos a hora de ficar com o cabelo dos sonhos e aquele momento em que o profissional diz: “Vamos fazer um teste de mechas?“

Chega a dar frio na barriga, fala verdade?!

Vocês sabem o porquê do teste?

O teste é feito para sua segurança e também do profissional que vai manipular seus fios. Ele nos revela como realmente está a estrutura do fio, pois às vezes usamos produtos ou até mesmo na água que lavamos o cabelo podem existir resíduos que se acumulam nos fios e podem dar reação com o produto utilizado na mudança de cor. Além disso, o teste pode dar um parâmetro de tempo de clareamento, o produto a ser utilizado no processo escolhido, cor mechas etc..

 Mas, eu sei! Não tem nada mais frustrante do que não passar no teste de mechas! E AGORA??

CALMA! Tem solução, só precisa de paciência e dedicação que com passos simples você pode ter seu cabelo dos sonhos.

Siga a orientação do profissional, pois quando percebemos que o cabelo está fragilizado e não conseguirá fazer o procedimento, o melhor a fazer é cuidar, não pense que é porque não queremos fazer e sim porque estamos querendo que tenha um cabelo sonhado e perfeito.

Um profissional qualificado tem bagagens de estudo e experiências que fazem a diferença para esses processos, com isso daremos algumas informações de quais tratamentos deverão ser feitos no salão e em casa.

E acredite, faz toda diferença os tratamentos feitos no salão, pelo processo de lavagem, aplicação de produto e manipulação dos fios.

Nem eu que sou profissional quando faço em casa, não fica igual!

Normamalmente os fios quando não passam no teste precisam de uma sequência adequada envolvendo reconstrução, reposição de massa e principalmente hidratação.

Sabe aquela sensação de aspereza e pontas duplas? É falta de hidratação, o cabelo está sem água, e depois a reposição de nutrientes que é a nutrição.

Jogue fora a chapinha, pois ela retira toda a água dos fios. Neste momento ela será sua inimiga, não vai te ajudar.

Use sempre leave-in, depois de lavar, na hora de finalizar o cabelo. São protetores térmicos, disponíveis nas versões em óleos, cremes e spray. Além de criar uma película protetora, eles ajudam a tratar ao longo do dia. É como se fosse curando os fios ao longo do dia.

Corte as pontinhas. É, não tem jeito. Tem horas que só vitamina T (tesoura)! As pontas quando muito danificadas acabam não ajudando na recuperação dos fios O ideal é cortar a cada 3 meses mantendo assim os fios saudáveis e com balanço.

Seguindo tudo direitinho, é bem provável que em breve você possa ter o cabelo dos sonhos!

E lembre-se procure um profissional que tenha conhecimento e experiência pra te atender. Siga as recomendações e sucesso!

Lembre-se sempre de consultar um expert no processo que deseja realizar. Qualquer dúvida e sugestões me encontro à disposição!

Thalita Maia, especialista em terapia capilar e colorimetria . Há mais de 20 anos cuidando de mulheres que buscam saúde ,beleza e bem estar.

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts