Casa Grande e Guarujá, histórias que se misturam no mar

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como é delicioso curtir dias no sempre especial Casa Grande Hotel, no Guarujá. Quantos momentos guardados na memória eu já não vivi nesse espaço de conforto, gastronomia, diversão e alta hotelaria.

Um hotel onde muitos dos brasileiros já viveram histórias inesquecíveis. Eu mesmo tenho muitas na memória. Gerações e gerações curtiram esse cantinho elegante do litoral paulista.

O Casa Grande Hotel foi fundado em 1972 e até hoje é um ícone da Hotelaria Brasileira com seu estilo de autêntico colonial brasileiro onde “A TRADIÇÃO E A MODERNIDADE SE ENCONTRAM”. 

Muitos e muitos famosos já hospedaram-se no hotel como Niemeyer, Juscelino Kubitscheck, Pelé, Maradona, Xuxa, Emerson Fitipaldi, César Filho, DJs famosos , Presidentes da República, entre tantos outros.

Na última vez, encontrei com Fafá de Belém hospedada curtindo o sol e o mar.

O hotel possui uma gastronomia diversificada com excepcional qualidade, dividida em quatro restaurantes além de um Jazz Bar e um Snack Bar na área de dentro e fora da piscina.  

Lula frita com salada de palmito do Rufinos Restaurante

Hospedar-se na Praia da Enseada e não dar uma escapada ao espetacular e eterno Restaurante Rufinos é não ter ido até lá. Uma iguaria melhor que a outra. Salivando só de lembrar.

Eu – como sou louco por massagens e sauna – amo o Spa do Casa Grande e não abro mão de realizar uma deliciosa terapia com profissionais altamente competentes.

Marcelo e Eduardo com o filho Manoel pelos jardins do hotel Casa Grande

Quem vai com a criançada tem espaço e diversão a beça para eles além, de uma equipe de recreação premiada, sabiam disso? 

Frente ao mar e a orla da Praia da Enseada você pode movimentar-se caminhando o dia inteiro. Eu perco a hora caminhando por esse calçadão sem fim. Saúde e bem-estar.

Não à toa, escolhi no mês passado esse destino para comemorar meus 28 anos de casamento. Que loucura “Dio Mio” … tanto tempo assim.

Pertinho da capital paulista vale o final de semana, o feriado ou mesmo umas férias inteirinhas aproveitando o todo que a cidade oferece.

Toda vez que coloco os pés nessa cidade bate um saudosismo danado de quando eu tinha dos meus 15 aos meus 30 anos.

O brinde vem com um bom sorvete no centrinho.

Quantos momentos inesquecíveis vivi ali, quantos! Bora relembrar e reviver.

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts