Atriz, apresentadora e agora produtora: Maytê Piragibe lança “Mise-en-scene”, seu primeiro longa

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Maytê Piragibe é atriz, apresentadora e, agora, produtora independente. A carioca lançou seu primeiro longa-metragem, “Mise-en-scene: a artesania do artista” há pouco mais de um mês e já é sucesso de público e crítica especializada. Disponível no GloboPlay, o filme busca tratar a arte como fundamento da existência, abordando temas intrínsecos ao ser humano – como a infância, vida, política e morte.

“Com o argumento desse documentário, eu queria me reposicionar na minha carreira, ter maior prestígio e reconhecimento, deixar um legado com uma identidade mais autoral”, revela a produtora.

Mas Maytê vai ainda mais além – como se a arte não fosse profunda o suficiente – e investe seu tempo também em uma loja de óleos essenciais, a Essência da Bocaina, que conta com o auxílio de sua mãe. Isso tudo quando não está com a sua filha de 10 anos, a pequena Violeta, brincando e compartilhando conhecimento.

Em um papo leve e descontraído, Maytê contou à Revista TUDO detalhes sobre o processo de produção do documentário, as dores e as delícias da maternidade e como a vida de empreendedora tem lhe tratado. Confira TUDO abaixo.

(Foto: Andressa Guerra)

Sobre “Mise-en-scene”, ou melhor, a realização de um sonho

A sua produtora, Piragibe Produção de Arte, lançou um documentário que foi indicado no Festival de Cinema de Toronto. Como surgiu a ideia desse projeto?

“Essa ideia surgiu há muitos anos atrás, porque eu tinha muita curiosidade de investigar mais profundamente o processo criativo e artístico dos atores e atrizes do nosso país”, explica a atriz.

Depois de muitos anos de contrato em emissoras de televisão, finalmente produzir o “Mise-en-scene” surgiu naturalmente na vida de Maytê. “Era um ponto de resgate do meu próprio processo criativo como atriz, da minha trajetória na infância, já que comecei a trabalhar aos 4 anos de idade. É uma forma de criar um manifesto pela defesa da arte e da cultura no nosso país” explica ela.

O filme foi produzido de maneira 100% independente, com o apoio da diretora Manu Fontes e do diretor de fotografia Leandro Pagliaro.

Inspirado na obra de Rainer Maria Rilke, o filme é narrado por ninguém mais, ninguém menos que Glória Pires, e ainda traz vários outros atores falando sobre a importância da arte e seu processo criativo, como Antônio Fagundes, Marco Nanini, Zezé Mota, Cássia Kis e Camila Pitanga.

Assista ao trailer do documentário aqui:

Conta pra gente, como foi trabalhar com artistas tão renomados, como Antônio Fagundes, Gloria Pires, Zezé Motta e tantos outros?

“Eu, Manu [Fontes] e Leandro [Pagliaro] conversamos muitos sobre os atores e atrizes que a gente admira ao longo de sua trajetória de construção de carreira. Foram nomes cirúrgicos, muito generosos, que quando toparam foi uma alegria sem tamanho”, celebra Maytê.

Sobre a produção do longa, ela explica que “um dos processos que a gente estimulou para concretizar esse documentário era entrar no lugar mais íntimo de criação dos artistas”. Maytê cita Cassia Kiss, que levou a equipe para gravar dentro do próprio quarto; Marco Nanini, que os apresentou ao seu centro cultural no Rio de Janeiro, e Antônio Fagundes, que abriu as portas da própria casa para rodar seu trecho da entrevista.

A produtora buscava intimidade, e conseguiu. “Cada um com sua singularidade foi de extrema generosidade, delicadeza e apoio”.

A finalização do projeto aconteceu durante a pandemia e teve de ser feita de maneira remota, ao que Maytê explica só ter sido possível com “muita paixão e amor”.

Não é atoa que é um dos 5 documentários mais visto do Globoplay, não é mesmo?

(Foto: reprodução/divulgação)

O que você acha que o público vai encontrar em “Mise-en-scene”?

“Você vai encontrar inspiração independente de sua profissão”, assegura Maytê.

Isso porquê, apesar do documentário tratar sobre as artes, todas as profissões trabalham a criatividade, o processo investigativo e auto sugestivo de criação, e é esse o “público alvo” do trabalho de seu trabalho.

“É uma injeção de amor pela arte, inspiração e motivação pela arte, porque eu acredito que a nossa vida é o tempo inteiro sustentada pelas formas expressivas artísticas” – daí o nome “a artesania do artista” do documentário.

“Que esse seja o primeiro de muitos!”, exclama a produtora, vibrando com seu primeiro lançamento.

A vida de empreendedora

Você hoje é produtora rural de óleos essenciais orgânicos. Como surgiu isso tudo? Conta pra gente essa história e como está o desenrolar desse projeto.

“Hoje a gente produz 22 óleos essenciais com certificado orgânico”, explica a dona do Essência. “O nosso diferencial é que os nossos óleos e hidrolatos brotam de uma terra que é toda cristalizada com essa sabedoria e tecnologia ancestral que são os cristais.

A loja surgiu em um “ponto de virada” de sua carreira, quando seu contrato de atriz com a emissora Record de televisão se encerrou após longos anos. Depois de um período de teste e experimentação de quase quatro anos nas terras da Serra da Bocaina, o projeto da Essência da Bocaina finalmente se concretizou.

Maytê também é formada em cristaloterapia (o estudo de cristais preciosos) e perfumaria botânica. Agora, ela quer unir as plantas medicinais ao uso desses cristais, visando manter os cuidados com a saúde através dessa medicina alternativa.

“Agora o desafio é traduzir toda essa sabedoria e conhecimento”, afirma ela. “Desmistificar e sair desse campo muito experimental, ir para um lugar prático, científico e medicinal, que são os pilares dos óleos essenciais e plantas”, continua Maytê. “Resgatar a alquimia da vida, que é algo ancestral nosso”!

(Foto: Andressa Guerra)

A trajetória da maternidade

“A gente vai descobrindo ser mãe junto com a criança, porque não vem com uma cartilha”, afirma categoricamente a atriz.

Maytê é mãe solo de Violeta Piragibe, agora com 10 anos, fruto de seu casamento com o ator Marlos Cruz. E, se Violeta não fosse sua filha, a pequena seria facilmente um clone da artista, tamanha a semelhança entre as duas. “Ela me ensina todo dia a não desistir de olhar para o mundo com a beleza e pureza das crianças”, revela a mamãe.

Como foi esse último ano de pandemia para vocês? Teve algo que mudou muito?

“Foi uma grande lição essa pandemia, para todos nós”, exclama Maytê. “Ela é meu ponto inicial. Sou mãe solo, ela depende de mim e eu dependo dela”, conta ela. Durante toda a vida da criança, em especial nos últimos tempos, Maytê fez questão de levar a maternidade com muita generosidade e respeito pela vida.

“Por mais desafiador que seja, ela me ensina muito mais do que imagina”, conta ela, que enxerga na vida da filha a esperança de um futuro melhor. “Ela é minha base, minha estrutura. É o que preciso fazer aqui, agora, para dar sustentação, alimentação, educação, apoio e proteção. Mas também asas, experiências, amor e carinho”.

Quais valores você procura dar à Violeta como pontos fundamentais de educação e sobre a vida? O que é muito importante que você passe para ela?

“Ela está bem estrutura para evoluir cada vez mais como mulher e cidadã”, conta Maytê, que baseia a educação da filha em três pontos essenciais: a construção de caráter, o respeito à sustentabilidade e, acima de tudo, o amor.

“O tripé de sustentação da minha família, um legado que passou de geração em geração, em primeiro é o caráter. Eu ensino para ela que, quem mente por qualquer coisa, mente por tudo! Quem rouba R$ 1,00, se tiver a oportunidade, roubará 1 milhão”, explica ela sobre seu processo de criação, que é livre, porém enraizado em princípios fortes.

Além disso, ela afirma que “o ponto da consciência ambiental é essencial” e faz questão de mostrar à pequena como cuidar do meio ambiente é importante. “Coisas simples como separar o lixo, não utilizar plásticos, reutilizar o tempo inteiro!”

“Um lugar amoroso é a coisa mais linda dessa sustentação toda”, se orgulha Maytê em declarar sobre seu estilo de maternidade. “É o carinho, o afeto, o colo e a conversa. É saber pedir desculpas e saber que não somos perfeitos, e mesmo assim somos amados e amparados aqui e agora, que é o melhor que a gente consegue ser”, frisa ela.

“Trazer consciência sempre de que estamos em evolução, e é com amor, respeito e integridade que a gente constrói uma vida digna e próspera”, declara a mamãe.

(Foto: David Gonçalves)

Maytê por trás das selfies

A Revista TUDO te acompanha e você é muito ativa nas redes sociais. O seu Instagram é maravilhoso! Como você lida com as redes?

“Eu sou apaixonada por todas as formas de expressão”, declara Maytê, que acumula mais de 400 mil seguidores no Instagram. Lá, a atriz fala sobre seu trabalho, posta cliques com a filha e amigos, e se posiciona frente às questões mais próximas do seu coração – além de compartilhar fotos lindas. “A imagem diz mil palavras”, afirma ela.

“Eu tento sair um pouco da curva, dando ao público o que ele pede, o que gosta e está acostumado, mas também surpreendendo com as coisas que incentivam e motivam outras pessoas”, explica Maytê.

A atriz enxerga a rede como “um espaço digital, rápido e inclusivo de comunidades e coletivos que inspiram, motivam e revolucionam a nossa comunicação!” Ela ainda usa como combustível o desafio em combater o narcisismo, que é muito comum no meio artístico. “Somos incríveis, mas o mundo também é. O que a gente consome, lê, come, vive e viaja também é incrível”, aconselha a Instagrammer.

“Se eu conseguir transformar, trazer beleza e arte para uma pessoa, eu já estou feliz”, completa ela.

(Foto: David Gonçalves)

A Maytê do futuro

Por fim, a gente quer saber: quais são os próximos passos da Maytê? O que vem pela frente?

“Têm algumas coisas muito grandes para acontecer, mas não posso contar ainda”, conta a atriz, guardando a 7 chaves seus segredos. “Mas o que eu posso dizer é que eu estou celebrando o fechamento de um ciclo muito edificante, com uma conquista maravilhosa”, comemora Maytê.

“Cada vez que eu trabalho mais, estudo mais e sinto mais amor no meu peito, e mais quero compartilhar”, afirma. “Quero fechar esse ano em continuidade, que a trajetória seja ainda mais prazerosa que o próprio resultado”, enfatiza a produtora. “Que eu continue proporcionando arte, cura, beleza e harmonia por onde eu passe!”

Que assim seja, Maytê! A Revista TUDO aguarda seus próximos projetos e assiste seu brilhante presente de perto!

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts