Leia: crítica literária d’O Homem que Odiava Machado de Assis

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por Nanci Lourenço

É uma obra que causa dúvidas se é a verdade escrita ali, mas é uma obra de ficção que envolve um dos maiores escritores brasileiros, Machado de Assis.

É bem interessante como o autor nos mostra sentimentos humanos, tanto os qualificados como bons, quanto os maus. O conflito entre eles causa confusão em quem os sente, faz a vida virar de cabeça para baixo, muitas vezes, apenas com a fantasia que se imagina ser a mais pura verdade.

Sim, somos seres confusos, vivemos muito no imaginário que, muitas vezes, nos levam a caminhos tortuosos. O homem que odiava Machado de Assis sucumbiu em suas fantasias e com elas foi traçando sua vida com a inveja e a destruição como principais pilastras.

Além disso, esse livro transpira o machismo do seu mais cruel modo; a mulher sempre carrega a culpa, o homem é só o homem.

Agradecemos as mulheres que vieram antes de nós e conseguiram dizer não a esse sistema tão cruelmente aniquilado, agradecemos a elas que deram a cara a tapa para que hoje possamos viver com menos culpa e humilhação; nos espelhamos nelas para que a luta sempre continue, para um dia podermos andar, literalmente andar, pelo mundo sem sermos tão perseguidas.

Que todas possamos escolher nossos passos e que sejam respeitados. Leia também e me contem o que chamou a sua atenção…

Serviço

Livro: O Homem que Odiava Machado de Assis
Autor: José Almeida Júnior
Comentário de Nanci Lourenço
Site: temperandoaspalavras.com

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts