#FreeBritney: após 13 anos, Britney Spears está livre da tutela do pai

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois de 13 longos anos, Britney Spears está finalmente livre da tutela de seu pai, Jamie Spears. Agora, a artista de 39 anos pode tomar decisões sobre si mesma e sua fortuna, avaliada em 60 milhões de dólares.

A juíza responsável pela decisão nomeou o contador público John Zabel pare supervisionar as finanças da artista durante esse período de transição. De acordo com os advogados de Britney é possível que a tutela seja 100% revogada.

“Britney Spears merece acordar amanhã sem o pai como seu conservador”, argumentou Mathew Rosengart, advogado da cantora, no tribunal na última quarta-feira, antes da decisão oficial da juíza.

O movimento #FreeBritney foi criado pelos fãs da cantora em sua defesa e tomou conta das redes sociais e ruas do mundo todo

Britney sai vitoriosa da trajetória cruel que teve de percorrer desde 2008 para recuperar sua independência. Ela passou por momentos cruéis de privação de liberdade e desejos pessoais.

A corrida judicial veio a público em 23 de junho deste ano, quando Britney Spears decidiu, pela primeira vez, falar sobre a exploração que vinha vivendo. Em uma audição virtual pelo Zoom, a cantora falou por 20 minutos ininterruptos sobre tudo o que viveu durante esses 13 anos: Britney não podia andar sozinha na rua, não tinha acesso à sua conta bancária e era forçada a realizar turnês.

Ela também relatou ter sido dopada com lítio e ter sido obrigada a utilizar DIU (dispositivo intrauterino), o que a impedia de engravidar.

Em 12 de agosto, Jamie Spears enviou ao tribunal documentos em que afirmava estar disposto a passar a tutela para outra pessoa em janeiro de 2022. Sua filha, porém, entrou com pedido para que a tutela fosse totalmente encerrada de imediato, impedindo que o pai pudesse extorqui-la por mais tempo.

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts