Árvores frutíferas: a biodiversidade do Brasil no mundo da decoração

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Foi-se o tempo em que árvores frutíferas eram cultivadas em chácaras, sítios ou casas de campo. Hoje, elas compõem muitos quintais e varandas levando charme e sabor para as residências brasileiras.
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, é possível cultivar algumas espécies de árvores frutíferas em vasos, em locais pequenos.
O que, Revista Tudo?
Você está me dizendo que posso cultivar árvores frutíferas dentro de um apartamento, por exemplo? A resposta é sim!
Algumas árvores frutíferas em vasos –  quando cultivadas com carinho e atenção – são capazes de oferecer frutos suculentos.
Confira algumas sugestões para levar mais verde (e sabor) pra dentro de casa.

Meu limão, meu limoeiro

Da beleza do vaso para a culinária de casa
O limoeiro é resiliente e se adapta facilmente quando plantado em qualquer tipo de recipiente de jardinagem. E, mesmo se tratando de uma fruta tropical, várias pessoas que residem em regiões mais frias do país conseguem cultivar também essa planta. Vale comentar, que quase todas as espécies de limoeiro são adequadas para plantio em vasos, contudo, a espécie que mais se destaca para esse tipo de cultivo é o limão siciliano amarelo. Na culinária, o limão siciliano pode acompanhar bandejas e travessas que contam com a presença de peixes e frutos do mar.

Acerola

A acerola é uma das árvores frutíferas que se desenvolvem bem, mesmo quando seu cultivo é realizado em vasos ou jardineiras com profundidade. No mercado é possível encontrar inclusive versões da acerola em bonsai. Nas versões de bonsai, a frutinha avermelhada fica proporcional ao tamanho da árvore. Na cozinha, a acerola rende deliciosos copos de suco, bem como, consistentes potes de geleia preparados no fogão.
As melhores épocas para plantar acerola são na primavera ou no outono. Aproveite!
Escolha um vaso grande o suficiente, com pelo menos 40 cm de largura e 40 cm de profundidade, ao cultivar essa árvore frutífera. Verifique se ele está perfurado no fundo para garantir a drenagem da água. Se necessário, faça mais buraquinhos.
Coloque uma boa camada de pedrinhas no fundo do vaso para drenar a água e cubra com um pouco de terra hortícola.

Jabuticabeira do Clodovil é resgatada na Granja Viana

Quando começaram a fazer a limpeza geral na antiga casa do finado estilista e deputado Clodovil Hernandes, a paisagista granjeira Elisabete Ribeiro, do Espaço Jardim, pediu para pegar e replantar a jabuticabeira de 12 metros.
Emocionada, Elisabete contou à nossa reportagem que, por conta do peso e da raiz, o caminhão munck quase não estava conseguindo retirá-la; foi quando a paisagista chegou ao lado dela (isso mesmo, da jabuticabeira) e disse: “Se você não quiser sair daí, é um direito seu; mas se você ficar, eles vão cortar você”.
Inacreditavelmente a árvore saiu intacta e perfeita.
“Fiz uma doação para uma pessoa que tem uma história muito bonita com a Granja Viana. Quando fomos fazer o replantio, tivemos que cavar um buraco de 1,80 metros de profundidade por 1,5 metros de largura. Ela está intacta, linda e maravilhosa. Foi uma energia inacreditável, como se ela estivesse nos agradecendo”, contou.

A jabuticabeira é uma árvore frutífera extremamente saborosa. Seu fruto pretinho que nasce ao longo do seu tronco é suculento e rico em antioxidantes, os quais são responsáveis por prevenir até doenças de câncer. As jabuticabeiras são árvores frutíferas que apresentam crescimento rápido e sua estrutura pode ser cultivada em lugares amplos ou até como bonsai.

“Aos que estranham, digo que a colheita não costuma ser de quem semeia. O jardineiro que planta a jabuticabeira tenra, fertiliza a terra com bom adubo, acompanha seu lento crescimento, vibra à medida que ela se fortalece e vira adulta nem sempre é aquele que colhe as jabuticabas. Seu prazer não está em comer e sim em cuidar. Com desprendimento e amor, ele trabalha para o futuro, para que outros possam se servir”. (Clodovil Hernandes)

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts