Nathan Torquato é primeiro campeão de taekwondo das Paralimpíadas

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Brasil é o primeiro país a conquistar a medalha de ouro no parataekwondo, modalidade estreante nesta edição dos Jogos Paralímpicos de Tóquio. O paulista Nathan Torquato se consagrou campeão na classe K44 até 61kg após interrupção da final contra o egípcio Mohamed Elzayat na manhã desta quinta-feira (02).

A luta foi suspensa logo no início por falta de condições físicas para combate de Mohamed. Ele sofreu uma lesão no rosto durante a semifinal, que também ocorreu nesta manhã, contra o russo Daniil Sidorov. Graças a um golpe irregular ele foi desclassificado, passando o egípcio para a final.

Segundo o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), a luta sequer deveria ter acontecido, por conta da seriedade da contusão de Mohamed Elzayat. Os atletas, no entanto, iniciaram o combate, que foi suspenso pelos médicos logo após o golpe inicial do brasileiro.

Nathan tem má-formação no braço esquerdo desde que nasceu. Seus primeiros treinos no taekwondo foram aos três anos de idade, após ter visto a modalidade sendo praticada em uma academia no caminho entre sua casa e a escola. Antes do ouro paralímpico, o atleta já possuía outras duas medalhas douradas: no Pan-Americano do ano passado, em Heredia (Costa Rica), e em 2019 no Parapan Lima (Peru).

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts