Partiu, friozinho: os roteiros mais tradicionais para você curtir esse inverno

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Se o frio dos últimos dias despertou seu desejo de relaxar num ambiente devidamente estruturado para curtir o inverno, essa matéria é para você. Afinal, apesar de ser um país tropical, o Brasil é enorme e conta com as mais variadas paisagens e destinos para todos os gostos. E, assim como as praias paradisíacas, dispõe também de incríveis opções para curtir as baixas temperaturas, cada vez mais preparadas para receber e encantar os turistas. A Revista TUDO separou algumas dicas bem legais pra dar aquela movimentada gostosa no seu inverno.

Monte Verde: destino acolhedor

Processed with VSCO with c1 preset

Conhecido pelo clima ameno e romântico, pela tranquilidade, natureza exuberante e culinária requintada dos seus restaurantes, Monte Verde está com a agenda definida para esta temporada de inverno e diversos atrativos para recepcionar os turistas de forma acolhedora. A programação confirmada para esta época no tradicional local turístico do Sul de Minas Gerais contará com opções gastronômicas e artísticas especiais.
O clima serrano, propicia um bom chocolate quente. Prepare-se porque o que não falta são chocolaterias por tudo que é lado, em especial na avenida principal.

E prepare o estômago pois tem gastronomia variada: fondue, trutas retiradas na hora, comidinha mineira são algumas das opções encontradas em Monte Verde.

Com ingredientes como joelho de porco defumado, bacon, tender e linguiça calabresa, a paella mineira do Restaurante Manduca Artesanal é a grande pedida para este inverno.

Com a belíssima paisagem natural, Monte Verde agrada a todos estilos de turistas, desde os mais românticos aos aventureiros. A avenida Monte Verde é o destino central da cidade, onde se concentra a maior parte do comércio e pra quem gosta de trilhas, este é o destino perfeito. São várias, porém a do Chapéu do Bispo é uma das trilhas mais procuradas e conhecidas.

Aos aventureiros e aos que não dispensam uma dose de adrenalina , a visita à Fazenda Radical é indispensável. O local reúne as duas maiores tirolesas da cidade, uma com 475 metros e a outra de 450 metros, que garantem a diversão dos mais corajosos.

É possível alugar quadriciclo e desfrutar da natureza exuberante que Monte Verde oferece, e aproveite para visitar o aeroporto de Monte Verde, que não é nada convencional, a pista é simples e de terra, porém o grande diferencial é que é a pista mais alta do país, a 1.560 metros acima do nível do mar.

Monte Verde espera receber 600 mil pessoas e movimentar R$200 milhões na economia local.

Eleito o destino mais acolhedor do Brasil pelos usuários do Booking.com e famoso também pela sua história cultural, Monte Verde promoverá três eventos até 14 de agosto: Amor nas Montanhas, Inverno nas Montanhas e Cozinha Mineira nas Montanhas.

Preparem os casacos: a expectativa é por grandes ondas de frio, uma em julho e outra em agosto.

Acomodações

No AirBnb você encontra opções a partir de R$350 a diária para casal.

Outra opção é o Villa Amarela, que está em funcionamento desde 2010 e tem uma decoração rústica, com ambientes em madeira e clima de fazenda. O cardápio conta com diversos pratos da cozinha mineira, incluindo porções e sobremesas típicas. Para quem gosta de vinhos, a carta do restaurante é bem extensa e com boas opções entre os mais de 100 rótulos nacionais e importados.
Endereço: Avenida da Fazenda, 10.

Restaurantes

Manduca Artesanal
Endereço: R. do Selado, 600 – Monte Verde, Camanducaia – MG
Mais informações: @manduca_artesanal

Campos do Jordão

A cidade de Campos do Jordão, no interior do estado de São Paulo, é uma ótima opção de viagem no inverno. Se você gosta de um lugar badalado, repleto de pessoas bonitas e bem vestidas, esse é o destino certo! Afinal, o lugar é famoso por conta das baixas temperaturas que podemos observar na estação mais fria do ano.

Campos do Jordão é a cidade mais alta do Brasil (localizada a 1629 metros acima do nível do mar) e fica em meio à Serra da Mantiqueira. No inverno, alcança facilmente temperaturas próximas a 0 graus. A Vila de Capivari é o centro turístico da cidade, onde se concentram os melhores restaurantes, cafeterias, lojas e centros comerciais, além do Boulevard Geneve, uma viela com edifícios de estilo enxaimel, uma técnica de construção europeia, bastante utilizada na Alemanha. Ou seja, para quem curte um friozinho e badalação, é o destino ideal!

Localizado na entrada da cidade, o Portal de Campos do Jordão marca a chegada dos visitantes e é um lugar onde muita gente gosta de tirar fotos. É um cartão-postal, já que foi construído em estilo enxaimel, e também onde fica o centro de atendimento ao turistas.

O passeio de bondinho urbano é uma ótima opção para se ter uma visão geral da cidade e agrada, principalmente, as crianças.

Relaxar no Parque Estadual de Campos do Jordão

Criado em 1941 e também conhecido como Horto Florestal, o parque de Campos do Jordão engloba uma área de 8,341 mil hectares, tem fauna e flora preservadas e é um passeio indicado para quem quer contato com a natureza. O local tem tirolesas, trilhas que levam a cachoeiras, aluguel de pedalinhos e bicicleta. Há ainda museu, restaurante e um tradicional passeio de trem.

A Ducha de Prata é um parque muito tradicional de Campos do Jordão. Cercado por árvores, e conta com várias duchas artificiais. O lugar costumava ser usado para o banho de antigos visitantes da cidade e hoje é um espaço com várias plataformas de madeira para andar por entre duchas, em que você pode tirar fotos ou fazer trilhas. Próximo das duchas também ficam algumas barracas que vendem presentes.

O Morro do Elefante está localizado na região central de Campos do Jordão e tem um ponto panorâmico de observação da cidade. O local pode ser acessado através de um passeio de carro ou também com o teleférico que parte do Parque Capivari. Vale muito a pena visitar o morro e tirar fotos lá de cima!

Primeira parada

O Mirante Vista Chinesa em Campos do Jordão ou Mirante Belvedere, como também é conhecido, é o primeiro ponto turístico de Campos do Jordão/SP a entrar em contato direto com o visitante. Isso se dá pelo fato de que o mirante está localizado pouco antes dos visitantes realmente adentrarem a região de Campos.

Não pode faltar no roteiro!

É impossível fazer uma viagem a Campos do Jordão e não se deparar com alguma referência da Baden Baden. Por isso, o tour pela Cervejaria Baden Baden tem que acontecer. É necessário confirmar sua presença; o tour custa R$30 por pessoa e inclui três degustações de cervejas diferentes e um copo “de brinde”.

Quando: diariamente, das 10h às 17h, em intervalos de hora em hora.
Onde: Av. Matheus Costa Pinto, 1653 – Vila Santa Cruz
Agendamentos: 0800 888 1010, disponível de segunda a sexta-feira, das 08h às 16h
Preço: R$ 30,00 por pessoa (inclui as três degustações e um copo “de brinde”)

Dica de hospedagem

Pousada Figueira da Serra: localizada em Campos do Jordão, a menos de 1 km do Belvedere, a Pousada Figueira da Serra oferece acomodações com restaurante, estacionamento privativo gratuito, piscina ao ar livre, academia e quadras de beach tennis. A propriedade conta com bar, lounge compartilhado e jardim. A pousada dispõe de sauna, recepção 24 horas e Wi-Fi gratuito em todas as áreas.

Opções de café da manhã continental e a la carte estão disponíveis diariamente na Pousada Figueira da Serra.
Os pontos de interesse famosos próximos à pousada incluem Capivari, o Morro do Elefante e a Cachoeira Véu da Noiva. O aeroporto mais próximo é o Aeroporto de São José dos Campos, a 66 km da Pousada Figueira da Serra.

Contato: (12) 3663-8010

Serra Negra

Com cerca de 30 mil habitantes, Serra Negra é um dos municípios mais visitados da Serra da Mantiqueira. A cidade está localizada em uma região de aproximadamente 927 metros de altitude, com picos que vão até os 1.300 metros. E por ter um clima tropical de altitude, você vai encontrar um turismo rural fortíssimo. E além de suas altitudes, picos e paisagens naturais espetaculares, Serra Negra é repleta de parques e fontes naturais, e por isso carrega o título de Estância Turística Hidromineral, fazendo parte do Circuito das Águas de São Paulo. Outro atrativo é o comércio variado de malhas e de roupas de inverno e de doces caseiros de fabricação própria, que atraem turistas e compradores de outras regiões.

Dica de Hospedagem:

Situado no centro de Serra Negra, o Radio Hotel Resort & Convention está localizado na rua principal do comércio local e a poucos passos de diversos restaurantes, bares e lojas que vendem especialidades locais, tais como “Doce de Leite” e queijos. O Teleférico de Serra Negra está a 400 m da propriedade. O hotel fica a 157 km da cidade de São Paulo. Diárias a partir de R$1.200 o casal.

Gastronomia:

A praça principal reúne vários restaurantes e lanchonetes badalados:

O Café Boteco é conhecido por sua famosa costela no bafo e pelo seu chopp gelado! O local além de muito agradável, tem um espaço aberto perfeito para curtir aquele fim de tarde ensolarado.

O D’Jones Pub Food atrai seus clientes pelos pratos flambados e as atrações pirotécnicas e outra opção é a Lanchonete Americana para os amantes de lanches e hambúrguer artesanal.

O La Terrazza é um restaurante italiano com um menu poderoso. Indicamos o fagottini di cordeiro – massa fresca recheada com cordeiro, manteiga de sálvia e geleia de tomate.

O local fica na Rua Nelson Bruschini, n º 60.
Telefone: (19) 98896-0866

O Fogottini di Cordeiro do La Terrazza.

Para conhecer:

O Teleférico deve estar na sua lista com o que fazer em Serra Negra. Com suas cadeiras coloridas inconfundíveis, o teleférico chega a aproximadamente mil metros de altitude em um percurso de 10 minutos, passando por cima de um cemitério – o que torna o passeio bastante inusitado – e garantindo uma vista panorâmica incrível da região.
Já o ponto final do teleférico fica no Pico do Fonseca, onde há uma réplica – bem menor – do Cristo Redentor, com 18 metros de altura, uma parada obrigatória para tirar fotos. É possível fazer passeio a cavalo!

A zona rural de Serra Negra também vai te proporcionar ótimos passeios. A Rota de Vinhos e Queijos passa por diversas fazendas e vinícolas. Durante seu passeio rural, você também pode adquirir cachaças, café, iogurtes e doces artesanais que saem direto dos campos. Fresquinhos! A Família Silotto possui um sítio aberto para visitação, em que é possível ver toda a produção de vinhos, cachaças, licores e suco de uva artesanais – e você pode degustar todos eles. Para quem curte estar ainda mais próximo da natureza, é possível conhecer a zona rural da cidade se divertindo nos passeios a cavalo.

Legenda da foto: Sítio da Família Silotto é uma boa dica para provar delícias produzidas ali mesmo

Outras rotas deliciosas para curtir o inverno

Diamantina, Minas Gerais;
Domingos Martins, Espírito Santo;
Visconde de Mauá, Rio de Janeiro;
Bento Gonçalves e a região do Vale dos Vinhedos, Rio Grande do Sul;
Guaramiranga, Ceará;
São Bento de Sapucaí, São Paulo.

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts