O IMPACTO DO USO DAS TELAS SOBRE OS OLHOS DE SEUS FILHOS

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Revista TUDO convidou a Dra. Andréa Santucci, médica oftalmologista da Granja Viana, para nos orientar sobre esse assunto.

Acredita-se que a incidência de pessoas míopes chegue a 50% da população mundial em 2050, algo em torno de 5 bilhões de pessoas. Essa rápida evolução se apoia em fatores ambientais de forma determinante, em especial ao uso excessivo das telas (celulares, tablets, etc) e a diminuição de tempo exposto ao ar livre.

Atualmente, a miopia é considerada um problema de saúde pública.  Ela ocorre quando a imagem de um objeto distante é formada anteriormente a retina, o que em regra deveria ocorrer na própria retina. Como resultando desta alteração, a imagem a longa distancia torna-se embaçada, o que exige tratamento, em todas as idades e em todos os graus.

A doença pode desencadear o descolamento da retina, doenças na mácula e até cegueira nos casos mais graves.

Prevenção e tratamento:

Recomenda-se que as crianças em risco de desenvolver miopia (com histórico familiar e/ou com exposição excessiva as telas) permaneçam ao ar livre (iluminação natural) ao menos 2 horas por dia. Estudos indicam um mecanismo com efeito protetor de ativação de dopamina retiniana em ambientes mais iluminados, o qual impede o crescimento anômalo dos olhos e, consequentemente, o desenvolvimento da miopia.

A Sociedade Brasileira de Pediatria ( www.spsp.org.br) orienta limitar o tempo de telas para as crianças, respeitando o seguinte período: 

–   1 hora por dia para crianças entre 2 a 5 anos;  

–  de 1 a 2 horas por dia para crianças entre 06 a 10 anos;  

–  de 2 a 3 horas por dia para adolescentes entre 11 e 18 anos. 

Estão em desenvolvimento óculos especiais e lentes de contato que podem alterar o crescimento do olho, concentrando-se a luz de imagens distantes em todo o campo visual ao invés de imagens no centro de visão (como são feitas hoje).

Outra novidade tem sido o uso do colírio a base de atropina; estudos sinalizam que este medicamento pode ajudar a estabilizar as evoluções dos quadros mais severos de miopia.

Consulte regularmente um oftalmologista de sua confiança. 

Por Dra. Andrea Santucci

Doutores da Granja – Tel.: 4702-0626

@oftalmologiagranjaviana

Fotografia: @lu_andrade_fotos

Mais notícias

Você viu tudo

Não há posts