Unanimidade na vida de muitos brasileiros, o café e sua versatilidade ganham cada vez mais corações e paladares

“Não gostaria de entrar para tomar uma xícara de café?” O famoso bordão de Dona Florinda (Florinda Meza), personagem do seriado mexicano Chaves, fez parte da infância de muita gente e somente hoje, após se tornarem adultas e, consequentemente, frenéticas, é que entendem a importância da tal xícara de café.

Não importa a hora, quantidade ou lugar, a bebida mais famosa do mundo está presente na mesa, na mente e no paladar de dez entre dez brasileiros. Há mais de um século.

Originalmente vindo do continente africano, mais precisamente da região de Cafa, na Etiópia – daí o nome –, o café foi “descoberto” no século IX e embora tenha sido na África, sua difusão teve como ponto de partida a Arábia, onde foi cultivado e usado para a cura de diversos males. Mais tarde, no século XVI, foi a vez do Egito conhecer a iguaria. E endeusá-la. A Europa e o restante vieram depois.

No continente europeu, inclusive, o cultivo foi massivo, principalmente nas colônias do Índico e do Pacífico. O ano era 1554. A partir do século XVIII, o café foi ganhando importância no mercado internacional, onde tornou-se bebida de luxo – principalmente em países como França, Inglaterra e Estados Unidos. Em terras latino-americanas as primeiras mudas chegaram em 1727, vindas do Jardim Botânico de Amsterdã.

Os pezinhos de café entraram em solo brasileiro pelo estado do Pará e foram cultivados na cidade de Belém. Mas o clima não contribuiu para o desenvolvimento da planta e após percorrer algumas regiões, sem êxito, o café se adaptou muito bem ao Sudeste – movimentando assim, as estruturas econômicas do país por décadas, o que perdura até os dias de hoje.

Versátil, delicioso e saudável

Verdade seja dita: o café está bem longe de ser consumido apenas como bebida. A versatilidade do ingrediente faz com que diversas receitas deliciosas brotem aos montes – seja do livro de receitas da sua mão/avó ou do Google. Pudim, arroz doce, brigadeiro, brownie e uma infinidade de receitas salgadas também (veja a nossa receita!)… O que não faltam são ideias deliciosas para testar em casa. Sem contar o quesito principal: saúde. Quer coisa melhor do que juntar sabor e saúde? Nesse caso, a cafeína, substância predominante no café, auxilia atletas e todos aqueles que praticam exercícios físicos, pois potencializa a queima de gordura, melhora a qualidade do treino e a tolerância aos exercícios prolongados.

O Ministério da Saúde recomenda que o consumo diário de cafeína seja de 400 mg. Além disso, alguns estudos relacionam o consumo do café à redução de risco de desenvolvimento de algumas doenças, como Alzheimer, Parkinson, diabetes e até alguns tipos de câncer. Danado esse grão, não?

Bate Bola

  • Atualmente, o Brasil é o maior produtor e exportador mundial de café, seguido pelo Vietnã e a Colômbia;
  • Os cafeeiros, a planta que dá o grão de café, vivem de 20 a 30 anos. Ao todo, são 103 espécies diferentes desse tipo de arbusto;
  • Existem quatro classificações de café, são elas: o café tradicional; o superior; o gourmet e o especial. Este último é o mais recente e geralmente é comprado diretamente do produtor;
  • O primeiro “Rei do Café” conhecido no mundo era francês e pai de ninguém menos que Santos Dumont.  O que significa que todos os experimentos que Santos Dumont fez com o 14Bis foram custeados pela venda do café;

De olho na receitinha!

Agora que você conhece a história e algumas curiosidades acerca dessa paixão mundial, que tal colocar as mãos na massa e fazer uma receitinha delícia aí na sua casa, hein? Essa aqui é do tradicional Octavio Café.

Anote aí:

Ingredientes do Filé:

180 gramas de filé mignon

10 ml de azeite

Sal e pimenta do reino a gosto

Ingredientes do Molho:

20 ml de azeite

150 ml de molho rôti (compre em saquinho em supermercados)

100 ml de creme de leite fresco

30 ml de vinho do porto

15 ml de aceto balsâmico

30 gr de salsão

30 gr de cebola

10 gr de funghi porcini

Tomilho a gosto

Ingredientes para o azeite de café:

100 ml de óleo de milho

50 ml de azeite extra virgem

50 gramas de pó de café

Modo de preparo do Filé:

Tempere o filé com sal e pimenta do reino. Sele em uma frigideira pincelando o azeite e reserve.

Modo de preparo do Molho:

Demolhe (coloque de molho) o funghi seco em 15 ml de água morna durante aproximadamente 3 minutos ou até que fiquem macios. Reserve a água. Acrescente 20 ml de azeite e salteie o funghi com a cebola, o salsão e o tomilho na frigideira e deixe dourar bem. Flambe com vinho do porto. Adicione o aceto balsâmico, o molho rôti, a água do funghi e deixe ferver. Coe, adicione o creme de leite fresco e reduza pela metade.

Modo de preparo do azeite de café:

Coloque o azeite, o óleo e o pó de café em uma panela e aqueça por 30minutos em fogo baixo, sem ferver. Deixe descansar por um dia em temperatura ambiente. Coe em um coador de pano e reserve.

Montagem do prato:

Coloque o filé num prato juntamente com um pouco do molho preto, os funghis e finalize com o azeite de café. No Octávio a receita é acompanhada de batatas ao alho e alecrim e saladinha de pupunha com manjericão.

Dica! É muito importante não deixar que o azeite ferva durante esse processo.

Prontinho!

Bom apetite!

Café Especial – muito mais do que o pretinho básico

Com informações de Márcia Schuler, do site graoespecial.com.br

  • O termo café especial (Specialty Coffee) foi cunhado em 1974 por Erna Knusdsen, proprietária de uma importadora de cafés finos de São Francisco, na Califórnia. Envolve o conceito de algo de grande qualidade, raro e muito específico, são grãos com melhores sabores, produzidos em microclimas especiais. Como o vinho!
  • Um café especial para ser considerado como tal, tem que receber pontuação acima de 80 pontos da escala da SCAA, Special Coffee Association of America.
  • O melhor café especial do mundo é um Gueisha do Panamá, que pode custar até 5 mil dólares 250 gramas. É o café utilizado pelos baristas nos campeonatos internacionais.
  • No Brasil, no último ano, o consumo deste tipo de café aumentou 20%. No resto do mundo, 15%.
  • A melhor cafeteria de São Paulo, segundo os especialistas, é a UM Coffee Co., no bairro do Bom Retiro – http://www.umcoffeeco.com.br.

Quem Somos :

A Revista TUDO chegou e revolucionou! Com uma proposta diferenciada traz inovação, ousadia, serviço e mais Informação para você, leitor! Muito além de mais uma revista regional, a TUDO mostra o que a Região tem de bom, o que precisa ser melhorado e as necessidades de seus moradores. Somada a esta prestação de serviço, apresenta uma síntese dos fatos mais importantes que acontecem no Brasil e no mundo, sem contar os assuntos de interesse geral que estão em evidência na atualidade. Leia Mais

Contatos: 

  • E-mail: contato@revistatudo.com.br
  • Tel: 11 4617-4873

Distribuição Gratuita:

  • Condomínios e pontos comerciais instalados na Granja Viana, Ao longo  da Rodovia Raposo Tavares, Cotia, Caucaia do Alto, Vargem Grande Paulista, Embu das Artes, Jandira, São Roque, Vila S. Francisco, Alphaville e Aldeia da Serra

 


logo

Horário de Atendimento:  

  • SEGUNDA-FEIRA    09:00 ÀS 17:00
  • TERÇA-FEIRA          09:00 ÀS 17:00
  • QUARTA-FEIRA        09:00 ÀS 17:00
  • QUINTA-FEIRA         09:00 ÀS 17:00
  • SEXTA-FEIRA           09:00 ÀS 17:00

A Revista Tudo é uma publicação da Editora Tudo: Av. São Camilo, 980 Shopping Granjardim Granja Viana - Cotia

Privacidade:

  • O website da  "Revista Tudo" zela pela privacidade e proteção dos dados pessoais de seus clientes e visitantes, mantendo assim a relação de confiança, respeito e transparência. Apenas pessoal qualificado e autorizado tem permissão para acessar os dados coletados.
  • Em nenhuma circunstância, tais informações são vendidas ou compartilhadas com terceiros.

Website desenvolvido por :  powered1