­­Arroz, uma delícia de mil facetas!

Ele está ali, no nosso prato, quase todo dia. Mas você já parou pra pensar em todos os tipos que existem desse grão tão familiar? Todas as texturas, cores, possíveis receitas e sabores? Pois prepare-se! Você nunca mais olhará essa estrela cotidiana com os mesmos olhos.

 Um pouco de história

Fala-se dos primeiros cultivos de arroz há 5 mil anos atrás, na China, porém diferentes linhas de historiadores chegam a falar em 12 e até 15 mil anos do primeiro plantio, sempre tendo a Ásia como região originária.

O arroz é uma planta da família das gramíneas, mesma família de capins e gramas, sabia? As gramíneas pertencem ao grupo das Poaceae, do qual fazem parte também o trigo, a cevada, o centeio e a aveia. É o 3º alimento mais cultivado do mundo, ficando atrás somente do trigo e do milho. A população mundial consome aproximadamente 600 milhões de toneladas de arroz por ano. Mais de 80% desse consumo acontece na Ásia. Os cinco maiores produtores do grão no mundo são: China, Índia, Indonésia, Bangladesh e Vietnã. Já aqui no Brasil, o Rio Grande do Sul é o estado com nossa maior produção.

 Curiosidades

Em muitas culturas do continente, é comum que uma mãe dê ao recém-nascido alguns grãos de arroz já mastigados, num ritual que significa sua chegada à vida. No Vietnã, o cereal está tão integrado à alma dos camponeses que muitos fazem questão de serem sepultados nos arrozais.

Durante os enterros há farta distribuição de arroz, assim como festas, cantos e danças. E sabe o costume de jogar arroz em recém-casados? Vem do Japão e é um ato que representa votos de abundância ao novo casal.

Os japoneses – como outros povos orientais – comem arroz no café da manhã, almoço e jantar. Eles preparam até doces de arroz, como o moti doce. E o saquê, que a gente tanto gosta com caipirinha, também é a base de arroz;

Arroz é Arroz, não?

Não mesmo, pasme! Existem mais de 140 mil variedades de arroz. O preferido dos brasileiros é o tipo agulhinha, aquele que fica soltinho. Os japoneses, por sua vez, preferem o gohan, um arroz mais pastoso e grudento, perfeito para o sushi. Mas ainda tem o selvagem, o negro, o integral e o parabolizado. Basta pesquisar a receita que quer fazer e escolher o seu!

Arroz Doce?

 O arroz doce é uma receita de origem asiática. Aqui no Brasil, ele adquiriu ainda outras variações, como o uso do leite condensado, que lhe conferiu mais sabor e doçura e também o uso do doce de leite.

 

É comum vermos os potinhos quentes e com canela em festas juninas, já que une o sabor delicioso ao calor que precisamos na época mais fria do ano.

Mas engana-se quem pensa que ele é uma receita de família, simplória.

Estamos falando do carro chefe de restaurantes bem conceituados e padarias gourmets. Proprietário do Camila’s, restaurante de comida brasileira, em Orlando, nos Estados Unidos, Alex Alencar afirma que a sobremesa já tem tradição na casa. São quase 25 anos preparando arroz doce diariamente. “Temos clientes que gostam dele quentinho e outros dele gelado. Apesar de ser uma receita simples, damos um toque especial no preparo”, conta o empresário, sem revelar o segredo da casa.

Camilla’s: www.camillasrestaurant.com

 

Papel e caneta na mão.

Anote as receitas!

Arroz com polvo, açafrão e páprica

Por Patrícia Ferraz, colunista do Paladar, do Estadão

https://paladar.estadao.com.br/

 

Ingredientes

 

Para o polvo

1 polvo limpo de cerca de 1,5 kg

1 xícara de vinho tinto

1 xícara de água

1 cebola grande

1 dente de alho sem casca

1 folha de louro

Ervas aromáticas (sálvia, alecrim tomilho, manjericão, manjerona)

4 colheres de azeite

 

Para o arroz

2 xícaras de arroz bomba (se preferir, use o nacional agulhinha)

4 colheres (sopa) de azeite

1 cebola grande

1 dente de alho picado

1 tomate ralado em ralo grosso

2 colheres (sopa) de páprica doce

1 xícara de vinho branco

4 xícaras de caldo de legumes

2g de açafrão

Sal e pimenta-do-reino a gosto

 

Preparo

  1. Cozinhe o polvo. Mergulhe-o numa panela com água fervendo, deixe dez segundos, tire da água. Mergulhe de novo, tire. Faça isso três vezes. Escorra.
  2. Transfira o polvo para uma panela de pressão, com um copo de vinho tinto e a mesma quantidade de água. Acrescente um dente de alho descascado, a cebola cortada ao meio, uma folha de louro e as ervas. aromáticas. Quando pegar pressão conte 9 minutos e desligue o fogo. Não abra a panela: espere perder a pressão naturalmente e fechada. Quando sair toda pressão, abra a panela, tire o polvo e separe os tentáculos. Reserve.
  3. Aqueça o azeite numa panela grande, ponha a cebola e refogue. Junte o alho e o tomate e refogue por 30 segundos, mexendo.
  4. Adicione o arroz e refogue, mexendo, por uns três minutos. Tempere com a páprica. Junte o vinho branco. Deixe evaporar, mexendo para não grudar o arroz no fundo.
  5. Junte o caldo de legumes, o açafrão, tempere com sal e pimenta-do-reino moída na hora, tampe a panela, abaixe o fogo e cozinhe por 15 minutos.
  6. Aqueça bem uma panela do tipo grelha, pincele bem os tentáculos do polvo com azeite, tempere com sal e páprica e doure dos dois lados.
  7. Transfira o arroz para o prato de servir, acomode os tentáculos do polvo grelhados por cima ou em volta e sirva quente.

 

O mais complicado é cozinhar o polvo (e deixá-lo macio), e se você não tem um bom método, aposte nesse da chef Juliana Penteado, do bufê Fasano. São três fases. Primeiro você assusta o polvo na água fervendo, depois cozinha na pressão e por último grelha o molusco. Dá trabalho, mas vale a pena. Outra dica é usar arroz bomba, o arroz espanhol da Paella, que tem grãos mais gordos e curtos. Não é difícil de achar em supermercados gourmets e delicatéssen, mas se preferir, use o arroz nacional do tipo agulhinha. Fica ótimo também.

 

Buffet Fasano: https://www.buffetfasano.com.br/

 

Quem Somos :

A Revista TUDO chegou e revolucionou! Com uma proposta diferenciada traz inovação, ousadia, serviço e mais Informação para você, leitor! Muito além de mais uma revista regional, a TUDO mostra o que a Região tem de bom, o que precisa ser melhorado e as necessidades de seus moradores. Somada a esta prestação de serviço, apresenta uma síntese dos fatos mais importantes que acontecem no Brasil e no mundo, sem contar os assuntos de interesse geral que estão em evidência na atualidade. Leia Mais

Contatos: 

  • E-mail: contato@revistatudo.com.br
  • Tel: 11 4617-4873

Distribuição Gratuita:

  • Condomínios e pontos comerciais instalados na Granja Viana, Ao longo  da Rodovia Raposo Tavares, Cotia, Caucaia do Alto, Vargem Grande Paulista, Embu das Artes, Jandira, São Roque, Vila S. Francisco, Alphaville e Aldeia da Serra

 


logo

Horário de Atendimento:  

  • SEGUNDA-FEIRA    09:00 ÀS 17:00
  • TERÇA-FEIRA          09:00 ÀS 17:00
  • QUARTA-FEIRA        09:00 ÀS 17:00
  • QUINTA-FEIRA         09:00 ÀS 17:00
  • SEXTA-FEIRA           09:00 ÀS 17:00

A Revista Tudo é uma publicação da Editora Tudo: Av. São Camilo, 980 Shopping Granjardim Granja Viana - Cotia

Privacidade:

  • O website da  "Revista Tudo" zela pela privacidade e proteção dos dados pessoais de seus clientes e visitantes, mantendo assim a relação de confiança, respeito e transparência. Apenas pessoal qualificado e autorizado tem permissão para acessar os dados coletados.
  • Em nenhuma circunstância, tais informações são vendidas ou compartilhadas com terceiros.

 powered1