Como não amar um estilo onde você pode expressar a sua vontade e liberdade em criar cores, formas e padrões inusitados? Estou falando do tie-dye que voltou com força total nestes últimos meses.

Tá amarrado 3x, em nome do senhor! Tie-dye (amarrar + tingir) é uma técnica de tingimento na qual uma peça de roupa é torcida ou amarrada e mergulhada em tinta. Quem acompanha os artigos de moda da revista TUdo sabe que há muito tempo vem acontecendo o movimento de buscar a ressignificação do guarda-roupas. A quarentena só fortaleceu este olhar para transformar peças que estavam estacionadas nos cabides, em roupas novas. Aí é que está o encanto! Através de uma técnica simples, você, por conta própria, pode fazer a sua moda. O resultado é sempre uma surpresa. E é exatamente este aspecto nostálgico e artesanal que as novas estampas carregam que vem ganhando espaço nas prateleiras virtuais das lojas de departamento.

Shibori = bandhani = tie-dye. O tie-dye ressurgiu de um espírito de liberdade e luta social. Tudo a ver com o contexto político que estamos vivendo no mundo. Entretanto, sua origem milenar surgiu em um contexto cultural completamente diferente. Desenvolvida pelos japoneses no século VI, a técnica era conhecida no Japão como shibori. O tingimento era realizado tanto pelos asiáticos quanto pelos africanos, peruanos e indianos, que, na Índia, levou o nome de bandhani.

Voltando de Woodstock a pé. Aqui no ocidente, o tie-dye apareceu entre os anos 60 e 70, quando as estampas ganharam destaque associadas aos movimentos da contracultura. A técnica ficou famosa por ser adotada e adaptada pela comunidade hippie, sempre vista usando camisas, calças e acessórios manchados e tingidos, em movimentos e festivais de música nos Estados Unidos. Seu status era de um elemento estético que representava a liberdade. Foi através dos hippies que o tie-dye passou a ser mundialmente conhecido e amplamente divulgado pelo modo de vestir de cultuados ídolos da época, não é mesmo Janis Joplin?

Hardcore fashion. Mas foi nos anos 90 que o tie-dye foi resgatado pelos punks e clubbers em seus estilos de vida noturnos.

Punk de boutique. Com a popularização do estilo, a indústria da moda desenvolveu diferentes técnicas para produzir o tie-dye em larga escala, o que nada impede de você usar o bom e velho método do faça-você-mesmo.

Não existe um jeito exato de se fazer o tie-dye, uma fórmula padrão de se amarrar, nem um único corante possível. A técnica permite muita experimentação e diversas possibilidades. Vamos às dicas?

  • O fundamental é a amarração. Pesquise materiais, formas e diferentes possibilidades de amarrar o tecido e invente a sua.
  • Os tecidos compostos com fibras naturais, como algodão e viscose, são os ideais, pois absorvem melhor as cores.
  • Os corantes para tecidos vendidos nos mercados e lojas especializadas são o tingimento mais prático para você que está começando. Basta diluir em água fervente, e pronto.
  • Para quem deseja usar muitas cores, com a ajuda de bisnagas borrife o corante diluído na água fervente com a peça já amarrada e molhada.
  • Para roupas escuras, o processo também pode ser feito com água sanitária. Funciona muito bem no preto ou no jeans bem escuro.
  • Pronto, sua peça está quase finalizada! Basta lavá-la individualmente e deixar secando.

 

Abuse da sua criatividade e conteste os seus próprios padrões estéticos. Invente, reinvente, reuse. Faça da moda o seu veículo de libertação. O resultado irá surpreender você. Acredite!

 

 

Celso Finkler

Quem Somos :

A Revista TUDO chegou e revolucionou! Com uma proposta diferenciada traz inovação, ousadia, serviço e mais Informação para você, leitor! Muito além de mais uma revista regional, a TUDO mostra o que a Região tem de bom, o que precisa ser melhorado e as necessidades de seus moradores. Somada a esta prestação de serviço, apresenta uma síntese dos fatos mais importantes que acontecem no Brasil e no mundo, sem contar os assuntos de interesse geral que estão em evidência na atualidade. Leia Mais

Contatos: 

  • E-mail: contato@revistatudo.com.br
  •  Comercial : 11 99972-9795

Distribuição Gratuita:

  • Condomínios e pontos comerciais instalados na Granja Viana, Ao longo  da Rodovia Raposo Tavares, Cotia, Caucaia do Alto, Vargem Grande Paulista, Embu das Artes, Jandira, São Roque, Alphaville e Aldeia da Serra

 


logo

Horário de Atendimento:  

  • SEGUNDA-FEIRA    09:00 ÀS 17:00
  • TERÇA-FEIRA          09:00 ÀS 17:00
  • QUARTA-FEIRA        09:00 ÀS 17:00
  • QUINTA-FEIRA         09:00 ÀS 17:00
  • SEXTA-FEIRA           09:00 ÀS 17:00

A Revista Tudo é uma publicação da Editora Tudo: Av. São Camilo, 980 Shopping Granjardim Granja Viana - Cotia

Baixe nosso App

appstore  revista tudo

appstore  revista tudo

Privacidade:

  • O website da  "Revista Tudo" zela pela privacidade e proteção dos dados pessoais de seus clientes e visitantes, mantendo assim a relação de confiança, respeito e transparência. Apenas pessoal qualificado e autorizado tem permissão para acessar os dados coletados.
  • Em nenhuma circunstância, tais informações são vendidas ou compartilhadas com terceiros. de acordo com a LGPD (lei 13.709, de 2018

 powered1

Abrir Chat
Precisa de Ajuda?
Como podemos ajudar?