Mas que calor ô ô ô ô ô ô… Atravessamos o deserto do Saara, o Sol estava quente e queimou a nossa cara… Allah-la-ô, ô ô ô ô ô ô, mas que calor, ô ô ô ô ô ô…

Agora vou mudar minha conduta, eu vou pra luta pois eu quero me aprumar. Tampouco vim do Egito mas já deu para perceber que este calor está de fazer múmia dentro do sarcófago, suar!

Como para carnaval não tem tempo ruim, chegou a hora de saber o que iremos vestir nestes 4, 5, 6, 8, 10 dias de folia Brasil afora.

Ano passado foi a vez do unicórnio e da fita isolante. Era só o que se via nas ruas da cidade. Era cada unicórnio engraçado perambulando por aí que, sair para ir à padaria, era quase uma aventura em Nárnia. Chifres de todos os tamanhos e cores. Torcidos, retos, grandes, de espuma, de feltro, tímidos, de plástico, de cone de linha de tricotar… Cada um portava o chifre que cabia dentro do seu orçamento. Cansou, fala a verdade? Mas não é que eles voltaram? Só que agora estão na beira da praia. E que fiquem por lá!

Já as fitas isolantes foram um capítulo à parte no carnaval. Por que vamos combinar que essa fantasia não é assim tão democrática, concordam? Não é todo o corpo que aceita um biquíni feito de fita isolante. Mas como no carnaval tudo pode, as vezes até a falta de estética vira uma fantasia bacana. Eu, particularmente, ri muito de todos. E um tanto de mim mesmo, pois improvisei um pirata sadomasoquista. Foi tanto cascudo que levei, de brincadeira, é claro, que acho que este ano sairei de enfermeira!

Mas os tempos são outros e temos novos motivos para debochar de tudo e de todos através de nossas fantasias. Alguém pensou em sair de laranja? Ok. Será uma laranjada e tanto. Já imagino um exército de laranjas abrindo as alas e querendo passar. Até por que motivos não faltam para exorcizarmos o nossa fúria contra a impunidade por meio de nossa alegria. Eu, se fosse você, iria vestindo apenas uma das metades da fruta. Para bom entendedor, só essa fantasia já basta!

Dizem também que tem outra alegoria despontando na avenida, a máscara de Fábio Assunção. Ah, esse ator! O mais bacana de tudo é que, espirituoso que é, Fábio resolveu entrar na brincadeira. Falem bem ou falem mal, mas falem de mim! Entretanto é sempre bom lembrar que dependência química é assunto pra lá de sério e o fato de abordar o tema no carnaval não deve tirar a sua relevância. Pule com alegria, mas sem drogas, por favor.

Com licença. O meme do “playboy riquinho” que está bombando na internet, também promete tomar conta da avenida. Mas se você ainda desconhece a origem, aproveite para saber agora. A imagem original mostra um garoto riquinho usando uma roupa bem arrumada, cinto de couro e um relógio no punho, em pé, na calçada de uma casa nos EUA. No Brasil, a foto virou meme e lógico, viralizou nas redes mostrando o rapaz em diferentes situações, perguntando coisas absurdas, sempre iniciando a frase com um “com licença”. Nem preciso dizer que estão usando o pobre rapaz pra tudo. E para brincar no carnaval nem precisa pedir licença, não é verdade?

La Casa de Papel. Desde sua estréia é uma das fantasias mais disputadas. Só que este ano tem uma versão que irá fazer mais sucesso que a dos anos anteriores: a versão “papel de trouxa”. Por que será, heim? Mas o que importa é cantar Bella Ciao em ritmo de marchinha e cair na folia.

O nome dela é Jennifer. Todo ano as músicas chiclete emplacam boas fantasias. E esta não será diferente, podem apostar. Veremos várias “Jennifers” com plaquinhas do Tinder em busca de um pierrot apaixonado.

Barbie politizada. Ah, essa não poderia ficar de fora! Melhor meme das eleições, a boneca foi muito usada pra ironizar discursos preconceituosos ouvidos no dia a dia. As eleições já passaram, mas a Barbie promete vir com tudo, abordando assuntos polêmicos que ainda estão dando o que falar.

Kátia, a cega. Bird Box, filme que estreou no final do ano passado na Netflix foi um gerador e tanto de memes, como se o filme se passasse aqui no Brasil. Será que tem algo a ver com a justiça em nosso país? Alguém duvida que vai rolar uma galera de olhos vendados pelos blocos? Eu não!

Rosa ou azul? Depois que a ministra alegou que havia começado uma nova era no Brasil e reforçou dizendo que meninos vestem azul e meninas vestem rosa, nem preciso dizer que provavelmente este será o hit no carnaval entre as fantasias de rua mais populares. Quem viver, pular, brincar e dançar o carnaval, verá!

Celso Finkler

Quem Somos :

A Revista TUDO chegou e revolucionou! Com uma proposta diferenciada traz inovação, ousadia, serviço e mais Informação para você, leitor! Muito além de mais uma revista regional, a TUDO mostra o que a Região tem de bom, o que precisa ser melhorado e as necessidades de seus moradores. Somada a esta prestação de serviço, apresenta uma síntese dos fatos mais importantes que acontecem no Brasil e no mundo, sem contar os assuntos de interesse geral que estão em evidência na atualidade. Leia Mais

Contatos: 

  • E-mail: contato@revistatudo.com.br
  • Tel: 11 4617-4873

Distribuição Gratuita:

  • Condomínios e pontos comerciais instalados na Granja Viana, Ao longo  da Rodovia Raposo Tavares, Cotia, Caucaia do Alto, Vargem Grande Paulista, Embu das Artes, Jandira, São Roque, Vila S. Francisco, Alphaville e Aldeia da Serra

 


logo

Horário de Atendimento:  

  • SEGUNDA-FEIRA    09:00 ÀS 17:00
  • TERÇA-FEIRA          09:00 ÀS 17:00
  • QUARTA-FEIRA        09:00 ÀS 17:00
  • QUINTA-FEIRA         09:00 ÀS 17:00
  • SEXTA-FEIRA           09:00 ÀS 17:00

A Revista Tudo é uma publicação da Editora Tudo: Av. São Camilo, 980 Shopping Granjardim Granja Viana - Cotia

Privacidade:

  • O website da  "Revista Tudo" zela pela privacidade e proteção dos dados pessoais de seus clientes e visitantes, mantendo assim a relação de confiança, respeito e transparência. Apenas pessoal qualificado e autorizado tem permissão para acessar os dados coletados.
  • Em nenhuma circunstância, tais informações são vendidas ou compartilhadas com terceiros.

 powered1