Adriane Galisteu é uma verdadeira escola de samba, daquelas que chega chegando e arrasa na avenida ao som da bateria. Afinal, ela éIntensa, verdadeira, honesta, alegre, guerreira, feliz, palmeirense, paulistana”, como ela se auto define. Além disso, a atriz e apresentadora é, há quase 10 anos, a responsável pela alegria do empresário Alexandre Iódice e tem como grande amor, e fruto dessa relação, o pequeno Vittorio.

Apareceu pela primeira vez na TV aos 9 anos, num comercial do Mc Donald’s, namorou o piloto Ayrton Senna, posou duas vezes para a Playboy – tendo sido recorde de vendas pelas bancas do Brasil. Ou seja, muita água já passou por baixo dessa ponte e muita gente não sabe da missa a metade. Já fez filme, apresentou programa, atuou no teatro e participou de diversas novelas. Hoje, Adriane dá vida à estilista Zelda Lacocque, com que ela garante que não se parece nadica de nada, a não ser a paixão pela moda que faz o coração da musa bater mais forte. Só a coleção de biquínis tem mais de 1000 peças.

Nossa equipe teve o prazer de estar com a Drika aqui na Granja, durante sua presença no coquetel de 16 anos da Medical Laser, marca na qual é embaixadora. A musa concedeu entrevista, exibiu o sorrisão pra todo mundo e deu uma atenção especial para a Revista Tudo.

Pode brilhar Adriana, a avenida é toda sua. 

Desde 1995 você não para! Você já fez muita coisa nessa vida… atuou em peças de teatro, apresentou inúmeros programas e participou de algumas novelas. Você se vê mais atriz ou mais apresentadora?

Adriane Galisteu: Não consigo escolher uma das minhas profissões sabe? Apresentar um programa de rádio – o que eu faço todas as quartas-feiras na Rádio Globo – fazer novela, teatro, apresentar programa de televisão, tudo faz parte e tem o mesmo caminho que é o da comunicação, da arte de uma maneira geral e é o que eu sei fazer, então, pra mim fica muito difícil escolher. Como sou uma mulher muito do momento, vivo o presente, não sou de viver o passado e muito menos o futuro, estou apaixonada e curtindo fazer a Zelda. Quando a novela acabar terei uma nova paixão profissional.

 

E agora está na novela O Tempo Não Para, na Globo?! Como foi essa negociação?

Eu recebi o convite para fazer o teste da novela O Tempo Não Para e foi desafiador, diferente de tudo que tinha vivido até então, porque normalmente sou convidada para atuar e nunca tinha recebido o convite para fazer um teste de novela. Eu gostei de ter feito e isso pra mim fez toda diferença. Fiz o teste, fui pra casa e fiquei esperando o telefone tocar (supernervosa). Eu achei isso sensacional; voltei com as borboletas no estômago sabe? (risos) – e quando tocou o telefone fiquei muito feliz. O convite do diretor geral da novela, Leonardo Nogueira, foi um grande presente.

 

A Zelda é atrapalhada com grana e uma pessoa manipulada pela personagem de Cléo Pires. Tem algo que a Adriane se identifique com a Zelda, além do fato das duas serem super ligadas em moda? 

Então, a Zelda é talentosa no universo da moda, porém, ela é agarrada no passado sabe? Ela tem esse lado dela que eu considero até decadente porque ela não vive o presente, ela vive o sucesso que um dia ela fez; não conseguiu dar essa volta, se reinventar; ela tem um traço de personalidade muito difícil e é uma pessoa movida a grana – não sei nem se ela é movida a grana ou se está tão sem grana que ela só pensa no dinheiro sabe como é?  Eu não tenho nada a ver com a Zelda e, às vezes, se torna “louco” porque quando leio o texto eu penso:
“Nossa! Que burra você é Zelda” (risos).

 

Qual a sua inspiração na hora de se vestir ou de comprar uma roupa?! É verdade que você possui uma coleção de biquínis! Quantas peças?! O que não falta no seu guarda-roupas?! O que é tendência?! 

É verdade (risos). E certeza que minha coleção de biquínis já passou de mil peças faz muito tempo. Vou juntando, colocando em uma mala, minha mãe me ajuda e ainda guarda em um acervo que tem na casa dela, na Lapa. Esse é um lugar onde guardo tudo que ganho de prêmio e dos meus fãs; minha história está nessa casa. E minha relação com a moda é maravilhosa; eu gosto da moda, mas não sou escrava dela. Nunca fui! Eu acho que você pode se vestir bem sem gastar muito. Sou casada com a moda e, claro que com tempo, com a maturidade, a chegada do Victorio, isso se transformou um pouco. Antes eu comprava mais, hoje já não compro tanto assim. Viajo para ver coleção, gosto de saber de tudo que está acontecendo nas passarelas, tendências e isso já faz parte da minha vida. Estamos hoje com a moda ao nosso favor, sendo super democrática. Claro que as passarelas ditam um caminho, mas você pode usar ou não. O que não pode faltar no meu guarda-roupa é uma calça de couro que me vista bem, uma jaqueta jeans (que eu adoro), um jeans rasgado (é bem minha cara) e um tênis.

 

Está com algum outro projeto paralelo? O que te move para o trabalho? 

Sempre estou envolvida em muitos projetos. Tenho meu canal no YouTube (toda quarta-feira tem um vídeo novo), tenho o meu programa Papo de Almoço na Rádio Globo, que acontece também toda quarta-feira das 12h às 14h, continuo com os meus eventos pelo o Brasil, estou lendo textos para voltar para o teatro no próximo ano, tem também os meus produtos licenciados – bolsas e perfumes – e cuido das minhas redes sociais que hoje se tornou algo enorme.

 

Com nove anos você fez seu primeiro comercial. Isso quer dizer que os seus pais sempre deram a maior força na sua carreira, né?

Quando escolhi essa carreira, eu era muito criança; vejo Vittorio hoje com oito anos e penso: ‘Gente! Eu, com oito anos, trabalhava e sabia o que eu queria ser’. A minha mãe até achava graça, mas claro que ela nunca levou isso a sério e pensava que era só fogo de palha de criança. Então, aos meus nove anos, ela decidiu me levar em uma agência que uma amiga minha do colégio já era agenciada: a Printty. Por lá passou Angélica, Rodrigo Faro – a gente meio que começou todo mundo junto – entre outros nomes. Foi muito legal porque eu aprendi a diferença entre aparecer e trabalhar na televisão. E isso aprendi também na MTV, que foi meu primeiro contrato longo na televisão, com duração de três anos. Antes disso, quando era criança, eu levava na brincadeira. As vezes eu pegava três conduções pra fazer um teste, escutava um não e minha mãe falava: “agora ela desistiu”. Mas eu continuava nos meus testes e nunca pensei em fazer outra coisa. Meus pais sempre me apoiaram e a gente era conhecido como a família Dó, Ré, Mi porque eles iam comigo em todos os lugares. Meu pai faleceu eu tinha apenas 15 anos, mas minha mãe continua do meu lado até hoje e, quando pode, vai trabalhar comigo.

 

Como é para você ver o Vitório crescer? Rola aquela culpa de mãe que não está 100% presente? De trabalhar fora?

Ver o Vittorio crescer é puxadíssimo primeiro porque vejo o tempo passar. Ele era um totoco de gente e, hoje, já tem suas vontades, é cheio de personalidade e manias. É um moleque impressionante e o grande amor da minha vida. Desde que o Vittorio era bebê, eu nunca precisei escapar, fugir, ou mentir para ir trabalhar. Posso confirmar que sou uma mulher completa, feliz e realizada com o meu trabalho e com as escolhas que fiz. Vittorio entende e fala: “Mãe, você vai trabalhar hoje? Ah! Então tá mãe, beijos”!

 

Qual a sua relação com o Brasil? Pensa em morar fora? Ou levar ele para estudar fora?

A minha relação com o Brasil é como a de todos os brasileiros apaixonados pelo o país e que lutam pela melhoria de vida, por menos impostos, por saúde, por educação, por uma vida melhor com segurança, enfim, sou uma mulher que amo meu país, tenho orgulho de ser brasileira e não penso em morar fora. Quero que o Vittorio seja um menino do mundo, criamos os filhos pra isso, né? Hoje, ele estuda em um colégio internacional, mas, essa escolha também é dele e, quando ele tiver idade para decidir, estaremos ao seu lado para apoiar. Nosso vínculo é no Brasil – o meu então nem se fala – não me imagino fora daqui.

 

E pensa em dar para ele um irmãozinho?

Quando comecei a novela, estava me preparando para iniciar um tratamento, mas começou ponte aérea, gravações, programa na rádio – e parei. Eu realmente penso sim; queria ter a chance de ter mais um filho apesar de ter 45 anos. A Ivete Sangalo foi a grande inspiração; olhei pra ela e pensei: ‘ela está tão maravilhosa’! Tive a chance de estar com ela, linda e feliz da vida.  Foi aí que resolvi que irei tentar sim.

 

O tempo passa e você continua linda e radiante. O que é importante nos seus cuidados com a beleza hoje em dia? 

Acho que uma coisa que é bem simples pra mim é administrar a idade – 45 anos; nem tudo é como era; eu preciso me esforçar mais, me dedicar mais, mas, nem sempre eu consigo. Então, eu não tenho mais esse peso sabe? Me cuido malhando, faço minha corrida que faz bem para minha cabeça e para o meu corpo e treino duas vezes por semana com meu personal – Márcio Lui – onde fazemos localizada, eletro estímulos e seguimos de acordo com a disponibilidade da minha agenda. Eu sou uma mulher que gosta muito de comer, viajar, conhecer outras culturas, e, cada viagem, é um mergulho em todos os sentidos. Carrego meu tênis e corro onde quer eu que esteja.

 

Vez ou outra, as suas declarações são polemizadas. Você acha que em tempos de redes sociais é preciso tomar mais cuidado com o que se diz ou faz? Como a rede social é importante no seu trabalho, no seu dia a dia ou nas suas opiniões? 

Eu sou apaixonada por rede social e me divirto. Eu acho que quem não tem humor não pode ter rede social; eu gosto dos memes, palhaçadas, piadas e até compartilho, mas, tudo tem limite, né? Falou palavrão, perdeu a linha, falou do meu filho, toma um block. Muitas coisas que já falei acabaram virando polêmica, mas não era essa a intenção. Às vezes, falo o que penso naquele momento, daquela forma, e nem sempre sou bem entendida, Outras vezes, eu mudo de ideia. E isso faz parte. Sou uma mulher que me permito a mudar de ideia.

 

Como você lida com a fama? Da mesma forma de anos atrás? 

A fama pra mim está igual anos atrás. Eu não me incomodo com os fãs, tiro foto, dou autografo, me divirto. A minha relação com a fama é maravilhosa, faz parte da minha vida e termina sendo consequência do meu trabalho.

 

Nós acompanhamos a sua trajetória há muito tempo. Quando você olha para trás, que reflexão faz da Adriane modelo para a Adriane hoje? Apresentadora, atriz, esposa, mãe… o que mudou? 

Poxa! Tanta coisa mudou, né? Meus cabelos não são mais os mesmos (risos). É difícil fazer essa retrospectiva, até porque, como falei anteriormente, eu sou uma mulher que vivo o presente, não me prendo ao passado. Acho que o passado serve como aprendizado e ponto; eu não sou saudosista, não fico vivendo ou remoendo. Já tomei muitas atitudes que foram incríveis, outras não tão legais. Eu também não fico muito ansiosa pensando no dia de amanhã, então, tenho que viver hoje. Eu olho para atrás e penso: ‘Puxa! Eu passei por tantas situações difíceis; já levei muitas puxadas de tapete da vida. Eu respeito a vida, tomo cuidado com tudo, mas, sou uma mulher que me divirto com o que tenho e é assim que tento levar minha vida, seja como apresentadora, atriz, youtuber e mãe.

 

Você tem frequentado a Granja Viana para cuidar da beleza? Alguma outra coisa te atrai na região? Gosta daqui?

A Granja Viana é um bairro que não conheço muito, mas tenho amigos que moram na Granja e contam que é um lugar delicia, sossegado, com flores, florestas; um lugar onde você escuta passarinho, dá para ter vários cachorros, vida boa e qualidade de vida.

 

 Paulistana, ariana, na idade da loba. Como você se define hoje?! 

Adriane Galisteu: Intensa, verdadeira, honesta, alegre, guerreira, feliz, palmeirense (risos), paulistana – o coração bate no ritmo do Carnaval, sabe? – amo São Paulo, sou louca pelo nosso país e acredito que vamos viver melhores momentos.

Quem Somos :

A Revista TUDO chegou e revolucionou! Com uma proposta diferenciada traz inovação, ousadia, serviço e mais Informação para você, leitor! Muito além de mais uma revista regional, a TUDO mostra o que a Região tem de bom, o que precisa ser melhorado e as necessidades de seus moradores. Somada a esta prestação de serviço, apresenta uma síntese dos fatos mais importantes que acontecem no Brasil e no mundo, sem contar os assuntos de interesse geral que estão em evidência na atualidade. Leia Mais

Contatos: 

  • E-mail: contato@revistatudo.com.br
  • Tel: 11 4617-4873

Distribuição Gratuita:

  • Condomínios e pontos comerciais instalados na Granja Viana, Ao longo  da Rodovia Raposo Tavares, Cotia, Caucaia do Alto, Vargem Grande Paulista, Embu das Artes, Jandira, São Roque, Vila S. Francisco, Alphaville e Aldeia da Serra

 


logo

Horário de Atendimento:  

  • SEGUNDA-FEIRA    09:00 ÀS 17:00
  • TERÇA-FEIRA          09:00 ÀS 17:00
  • QUARTA-FEIRA        09:00 ÀS 17:00
  • QUINTA-FEIRA         09:00 ÀS 17:00
  • SEXTA-FEIRA           09:00 ÀS 17:00

A Revista Tudo é uma publicação da Editora Tudo: Av. São Camilo, 980 Shopping Granjardim Granja Viana - Cotia

Privacidade:

  • O website da  "Revista Tudo" zela pela privacidade e proteção dos dados pessoais de seus clientes e visitantes, mantendo assim a relação de confiança, respeito e transparência. Apenas pessoal qualificado e autorizado tem permissão para acessar os dados coletados.
  • Em nenhuma circunstância, tais informações são vendidas ou compartilhadas com terceiros.

 powered1