Gastronomia
Literatura gastronômica infantil Leia +


 

O dia das crianças está chegando e a ideia é unir culinária com diversão através da leitura. Pesquisando nas livrarias e internet, descobrimos que a literatura deste segmento é grande e quase tão variada quanto a dos adultos!

Têm os tradicionais como “Dona Benta para crianças”, com receitas que elas gostam, livros com receitas da fazenda, outros que ensinam passo a passo, de saladas, doces, vegetarianos, sanduíches e de personagens conhecidos, como o menino maluquinho e  do Júlio do Cocoricó.

Conversamos com a nutricionista e chef, Maria Luiza Petty, autora do livro “Lugar de criança é na cozinha”, que oferece receitas adaptadas para que as crianças realmente possam colocar a mão na massa.

“O objetivo é mostrar que ao cozinhar, a criança pode se familiarizar com os alimentos e passar a aceitá-los.”, explica a nutricionista.

O livro também propõe que cozinhar pode ser uma grande oportunidade para adultos e crianças irem juntos para a cozinha e se deliciarem com novos ou conhecidos aromas, texturas e sabores.

 
Deleite-se Leia +

Aprenda a escolher o seu leite

 O leite de vaca é apenas mais um produto que ganhou fama de vilão de tempos pra cá. Um dos grandes problemas apontados é a lactose, pois muitas pessoas têm alergias ou mesmo intolerância a ela. Em alguns casos, para substituir o leite de vaca, médicos e nutricionistas sugerem algumas opções de leites vegetais ou o leite de cabra.

Para entendermos sobre cada um deles, conversamos com Patrícia Ceolin Grassi, mestre em Metabolismo e professora dos cursos de Nutrição e Medicina da Unic (Universidade de Cuiabá).

Ela explica que apenas 20% da população sofre de intolerância à lactose e que é importante avaliar a qualidade do leite que chega a nossas casas.

“No Brasil, consumimos o  leite longa vida  UHT. O trajeto deste leite, do produtor até a nossa mesa, é longo e pode ser corrompido no caminho.”  Para ela, outro ponto negativo é que o UHT (sigla de temperatura alta em inglês) alcança temperaturas superiores a 100ºC, o que acaba eliminando não só as bactérias ruins como as boas, os probióticos.

 
Doce de coco Leia +

Açúcar de Coco é a nova aposta para quem quer emagrecer

Já conhecemos os benefícios do coco como alimento. Sua água, sua polpa, seu leite e óleo já são recomendados para muitos fins, principalmente para quem se preocupa com a saúde. Agora fala-se no açúcar de coco, extraído do fluido das flores da palma de coco. Este adoçante está na moda por causa de seu baixo índice glicêmico, por isso é indicado para quem quer emagrecer.

O açúcar de coco não é processado, não contem conservantes e é 100% natural. O seu néctar é retirado e aquecido ligeiramente em uma caldeira, tornando-se um caramelo espesso. Ao esfriar, é triturado em pequenos cristais.

Sua principal diferença dos outros adoçantes é o seu valor nutritivo, mais elevado que qualquer outro açúcar ou adoçantes comercializados, pois possui elevada quantidade de potássio, magnésio, zinco e ferro, além de ser uma fonte natural de vitaminas B1, B2, B3 e B6. Por não passar pelo processo industrial de refinamento (como é o caso do açúcar branco), as vitaminas e os minerais presentes em sua composição são mantidos. Contém também flavonoides e antioxidantes e baixo índice glicêmico, o que  significa que o alimento é metabolizado de forma suave pelo organismo, sem elevação brusca dos níveis de glicose no sangue.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 Próximo > Fim >>

Página 4 de 4

Indique !