Garimpando
Japão: tradição e modernidade juntas num único destino

Doze horas a mais. Será esse o motivo de um país como o Japão estar tão à frente de nossa cruel realidade?

Civilidade, educação, respeito e cultura são elementos indispensáveis para o crescimento de qualquer povo e qualquer nação.

Pela segunda vez, garimpei o país do sol nascente; desta vez muito bem acompanhado de minha família. Indescritível a sensação de ir para tão longe em busca de novidades junto daqueles que tanto amo. Extraordinário apresentar ao meu filho a evolução verdadeira de todo um povo dotado de equilíbrio pleno.

O Japão merece elogios infinitos, afinal de contas, não estamos acostumados a andar por ruas absolutamente lotadas de gente e, ao mesmo tempo, completamente limpas e organizadas. Não estamos acostumados com preços iguais de produtos iguais, independentemente da localização e do status do local em que são comercializados. Não estamos acostumados a perguntar a desconhecidos um determinado caminho receber dele o ato gentil de nos acompanhar até o destino desejado. Enfim, acho que, na verdade, estamos desacostumados com tudo aquilo que seria óbvio e correto num convívio social.

Poder visitar templos, palácios e santuários centenários ou milenários e, ao mesmo tempo, caminharmos entre contemporâneos edifícios com designs alucinantes é algo inexplicável. Assim tivemos experiências em Tóquio e Osaka, duas megametrópoles futuristas.

Cidades mais clássicas como Kyoto, reduto das autênticas gueixas japonesas, e Nara, maior centro budista do país, já apresentam ambientes mais comportados e tradicionais, também dotados de tamanha beleza e muita história local.

Os japoneses são bastante dedicados e minimalistas e lá conseguimos observar muito bem essa característica no artesanato apresentado e na gastronomia oferecida. Um verdadeiro luxo. Detalhe do detalhe. Tudo encantador e delicioso!

A hotelaria especial, sempre entrega toques e mimos bem típicos de forma bastante sofisticada e elegante, deixando-nos mais do que satisfeitos.

 A Kangaroo Tours conduziu nossa jornada com maestria,  num roteiro boutique costurado a mão; foram quase vinte dias garimpando inúmeras belezas com todo expertise que uma agência/operadora Triple A possui.

 Um dos momentos mais especiais foram os dois dias que vivenciamos a autêntica experiência de uma casa japonesa, num Riokan, em Hakone, uma cidade no alto da montanha, bem próxima ao Monte Fuji. Um frio danado caiu sobre nós e a sensação de poder correr e brincar na neve num cenário tão espetacular, com uma hospedagem para lá de confortável e primorosa, foi realmente mágico. Cenas que não apagaremos jamais de nossas memórias.

O exemplo do entendimento do pós-guerra em Hiroshima, transformando a dor em aprendizado e evolução, é algo que está impresso no ar da cidade e do país. Amaria ter o mínimo desse espírito evoluído para lidar com minhas frustrações. Lá aprendi mais um passo dessa conquista.

Assim como os Tsurus, que são o símbolo da saúde, da boa sorte, felicidade, longevidade e da fortuna, a fé que contemos em nosso íntimo pode ser transformadora, basta sabermos conduzi-la da forma mais correta.

Conta a lenda japonesa que o Tsuru pode viver até mil anos. É considerado o pássaro companheiro dos eremitas que se refugiavam nas montanhas para meditar, acreditando possuírem poderes sobrenaturais para não envelhecer.

Vamos em busca desse não envelhecimento do espírito e da mente, presenteando nossos corpos com as melhores das intenções.

Que a Paz e a Luz dessa filosofia possa contagiar-nos a cada dia, a cada hora, a cada instante, infinitamente.



 





 
A Polinésia baiana: Ilha dos Frades


 

Imaginem um paraíso com águas transparentes, gastronomia de raízes e repleto de lendas e fantasias...

Eu tive a oportunidade de vivenciar agora nesse verão um canto inacreditável da Bahia, uma ilha da fantasia, pertencente a Salvador, chamada Ilha dos Frades.

Histórica e a apenas 40 minutos de lancha da capital baiana, a Ilha deixa-nos de queixo caído o tempo inteiro com TUDO o que oferece.

Salvador tem essas incríveis facilidades e belezas naturais por todos os lados. Basta estar na sofisticada Baía de Todos os Santos e avistar o que existe de mais lindo diante de um mar azul e um céu esplendoroso.

A ilha dos Frades geograficamente localiza-se praticamente no centro da Baía de Todos os Santos, pertencendo ao município de Salvador.

Com apenas seis km de comprimento, possui a forma de uma estrela de quinze pontas e apresenta belas paisagens, com praias, lagos, cachoeiras, montanhas, coqueirais, fauna e flora típica  da Mata Atlântica com árvores nativas, inclusive o  Pau Brasil.

Uma das lendas locais conta que a ilha é assim denominada, pois na época do início da colonização nela foram assassinados alguns frades pelos índios canibais Tupinambás, os quais os frades pretendiam catequizar.

Foi, também, um importante entreposto de escravos para o Recôncavo baiano por muitas e muitas décadas.

Um dos filhos ilustres da ilha dos Frades, foi o Barão de Loreto (1836-1906), personagem político da época do Império.

Entre os monumentos históricos, destacam-se as ruínas da Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, construída no século XVII, a Igreja Nossa Senhora do Loreto erguida no século XVIII, a Igreja Nossa Senhora do Bom Parto, o Farol da Ilha dos Frades e as Ruínas de Lazareto, um entreposto onde os escravos eram colocados para engordar antes de serem vendidos.

As praias mais importantes são as da Costa, de Loreto, de Panamana, do Tobar, da Viração e a da Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe que acaba de receber o prêmio "Bandeira Azul" como uma das praias mais limpas com águas transparentes do mundo! Na verdade todas  apresentam águas límpidas e cristalinas, excelentes para a prática do mergulho com uma visibilidade de até quinze metros na horizontal e profundidade máxima de onze metros. Nelas podem ser observadas formações de corais, recifes e deslumbrantes cardumes de peixes multicores.

Hoje na Ilha acontecem os mais elegantes e descolados eventos como casamentos, com a cerimônia religiosa celebrada na Capela em Loreto e depois a festa num espaço incrível de frente a um imenso coqueiral à beira mar com uma infraestrutura impecável, montada para receber até 500 pessoas com todo o conforto necessário. Barcos próprios do Cerimonial Loreto transportam os convidados desde a Bahia Marina até a Ilha. O cerimonial é altamente treinado e qualificado para organizar todos os fornecedores e receber com toda elegância a todos os que irão curtir a festa. Luxo histórico é natural.

O antigo casarão do Barão de Loreto, totalmente restaurado e com intervenções artísticas locais, recebe um pequeno grupo VIP que pretende oferecer o melhor a quem ficar pra dormir na ilha. Que tal?

Se Deus assim permitir voltarei quantas vezes forem necessárias a esse destino único dentro do coração do oceano baiano.

Essa terra abençoada pelos Orixás e por Bom Jesus dos Navegantes, repleta de sol e boa energia, encanta com seus encantos e seus cantos de luz.

Se o seu carnaval for agora em Salvador, não deixe de navegar até esse mágico destino.

E que Iemanjá acompanhe suas jornadas!

 

 

Marcelo Sampaio

Apresentador e Consultor Mercado Premium

(11)3021.0116 / 99979.1784

www.marcelosampaio.com

www.garimpando.life

 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 3 de 13

Indique !