Garimpando
A Grife do Chocolate Leia +

Por Marcelo Sampaio

 Estou na terra do chocolate, na terra desse irresistível ícone dos prazeres, na adocicada e gelada Suíça, justamente para provar o que existe de melhor nas chocolateiras e fábricas desse clássico e sofisticado país.

Nem preciso dizer a vocês que devo ter engordado pelo menos uns 4 quilos após rodar uns 14 dias por vilarejos, montanhas e grandes hotéis que, bastava

entrássemos, chegavam dúzias dos mais incríveis sabores e dos quais tenho vontade e saudades de degustar tudo novamente. Help!

Entendi o porquê do título do grande país dos melhores chocolates. Em cada esquina de cada cidade encontramos uma chocolateria diferente. Cada uma a seu estilo. Algumas com produtos mais gourmets e  mais elaborados, utilizando matérias primas mais sofisticadas ou mesmo inusitadas, outras produzindo o básico acompanhado de recheios mais conhecidos porém com a mesmíssima alta qualidade que as chocolateiras hypes. Em todas encontrei diversidades de formatos, aromas e sabores para agradar a gregos e troianos sem que ninguém fique descontente.

 
Sofisticada e Bela Fortaleza, Capital do Sol


Sempre que fui à Fortaleza meu foco foram as praias ensolaradas, as maravilhosas falésias, mercados de rendeiras, muita lagosta e tapioca.Não que dessa vez tenha me esquecido desses maravilhosos quesitos locais, mas conheci mais a fundo o lado hype da sociedade, estive de uma certa forma em lugares bastante especiais pertencentes ao mercado Triple A local.Vale lembrar que estamos no nordeste do Brasil, terra do sol, calor e gente sem frescura, por isso mesmo a sofisticação é mais gostosa ainda, afinal frequentamos o que tem de mais bacana sem nenhum tipo de pose nem firula.

Primeiro de cara com aquela orla lindíssima e bem cuidada, a hospedagem já vem assinada de forma diferenciada no delicioso e mega confortável “Gran Marquise Hotel”, afinal no alto de sua cobertura um fantástico Spa da L’Occitane recebe a todos com aromas sedutores e serviços estonteantes. Tudo muito claro e envidraçado, clean e elegante na medida certa.

O hotel tem também em seu lobby e bar central diversas obras de arte espalhadas por todos os lados o que cria um clima “Cult”, tornando o espaço delicioso para longos bate papos acompanhados de drinks maravilhosos. Sem falar da alta gastronomia, o hotel possui um dos melhores restaurantes contemporâneos da cidade, o Nostradamus. Um arraso! Falando em gastronomia, Fortaleza está muito bem servida. Além de uma comida bastante especial, os ambientes são sempre os mais agradáveis possíveis.

Adorei jantar em dois lugares bastante elegantes e que estão super falados entre os tops. Um deles é o “D’Abelle Bistrô”, montado numa casa de 1940 restaurada com cara de Amelie Poulain e com atendimento bem focado sob a supervisão da querida e simpática gerente Vailma. Lá saboreei escargots deliciosos, uma lagosta laqueada ao molho Beurre Blanc acompanhada de Risoni com cogumelos,  de babar. Outro local encantador é o “Colosso Lake Lounge”. Com uma linda vista, lago com vitórias-régias e decoração com madeira de demolição, o Colosso ganhou o posto de campeão na categoria de melhor lugar para beber ao ar livre. As mini berinjelas e abobrinhas recheadas com caranguejos e os camarões grelhados ao molho de manga arrasam e fica difícil não repetir.

Nos poucos  dias que curti essa cidade que amo tive o privilegio de passar um domingo inteiro das 14 as 19h numa tenda a beira mar dentro do Iate Club da cidade, almoçando e brindando a vida com uma de minhas bebidas italianas prediletas: Aperol Spritz. Um pôr do sol pintado a mão foi o presente do final do almoço nesse imenso jardim, super bem acompanhado, observando toda a orla com seus barcos, jets, além de diversos esportes náuticos. Naquele lugar não poderia ser diferente.

As compras  fazem parte de toda viagem e garimpei bastante pelos tradicionais mercados de artesanatos e feirinhas,  mas também não deixei de ir ao Mall de grife mais famoso do Brasil, cujos acionistas têm origem na própria cidade: Iguatemi. Fiquei impressionado com a novíssima arquitetura da ala mais luxuosa do shopping, onde um magnífico telhado em madeira natural todo ondulado atravessa um imenso vão livre criando a sensação de estarmos dentro de uma gigantesca arca de Noé.

Lá almocei no “Mercado 153”. Um empório aberto com pratos da alta e baixa gastronomia nordestina com toques  da “fusion cuisine”. Um charme de lugar com sabores bem apetitosos.

Ao caminhar pelo Mall, uma Ação Social chamou-me muito a atenção: Uma loja montada com o nome de “Loja do Bem” vende latinhas multicoloridas recheadas de diversos bons sentimentos, ou seja, você compra uma latinha com um ou diversos sentimentos especiais a quem você pretende presentear entregando fisicamente a simbologia de seu carinho e ao mesmo tempo ajuda instituições que cuidam de crianças com câncer. Comprei diversas delas e lá mesmo distribuí a desconhecidos desejando-lhes o melhor.

Voltei de Fortaleza feliz, repleto, completo de alegria e bem estar. Olhei com um outro olhar essa tão acolhedora cidade do sol. Olhei outras belezas além das naturais.  O belo sempre vale a pena, do pequeno grão de areia ao majestoso diamante lapidado. TUDO é belo, basta olhar com os olhos abertos para a infinita felicidade!

Feliz 2016

Marcelo Sampaio


 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 9 de 13

Indique !