Moda
A gestante elegante

Do jeans aos vestidos de festa, a gestante de hoje encontra diferentes opções para se sentir à vontade e bem -vestida.


Celso Finkler (*)

 Sempre quando vemos uma grávida admiramos a beleza que é o ato de gerar uma vida. Parece que a mulher fica mais bonita e mais iluminada durante o período de sua gestação. Entretanto, faz pouco tempo que o mundo da moda resolveu investir nessa mulher que, assim como todas as outras, precisa ir ao trabalho, dar uma passadinha no supermercado, na padaria, levar o primogênito à escola, fazer a pedicure, entre tantos outros afazeres do dia a dia.

A democratização da moda aliada aos avanços conquistados pela mulher já no século passado fizeram com que essa futura mamãe sentisse cada vez mais orgulho do pequeno ser que cresce dentro de si e colocasse a barriga pra fora! Calma, calma... Não estou dizendo que as grávidas de hoje em dia ficam por aí saracoteando e mostrando aos quatros cantos o tamanho do seu orgulho. Não é nada disso! A verdade é que a moda desenvolvida para essas mulheres em estado especial as deixou muito mais livres, dispostas, confortáveis e elegantes.

Não faz muito tempo só existiam vestidinhos com estampas angelicais e pueris para este público ávido por novidades. Chegava a ser até constrangedor. Muitas deixavam a sua aparência de lado, pois de nada adiantava passar um batonzinho e ajeitar o cabelo se não existia algo de bom gosto para se vestir. As nossas gravidinhas eram obrigadas a usar verdadeiras capas de botijão de gás, como se fosse pecado usar uma roupa atual com corte moderno e dentro das tendências de moda da estação.

Mas tudo mudou! Do jeans aos vestidos de festa, a gestante de hoje encontra diferentes opções para se sentir à vontade e bem-vestida. A moda descobriu que é possível sim desenvolver peças bem- cortadas e com caimento para esta fase tão especial pela qual quase toda a mulher passa ou deseja passar. Algumas marcas de moda gestante desenvolvem coleções inteiras que incluem shorts, bermudas, jardineiras, calças em diversos estilos, da pantalona à alfaiataria, blusas, camisas, coletes, vestidos curtos, de tamanho médio e longos, para ocasiões especiais. Isto sem falar na moda praia! 


{jcomments on}

 
Estar na moda é não deixar a idade contar seus anos


Celso Finkler (*)

Ufa... Os tempos mudaram! Assim como a moda que a cada estação se apresenta com novidades no estilo, nas cores, nos tecidos e acabamentos, os padrões de beleza e comportamento também se modificam. Ou melhor, evoluem.
As dicas abaixo, extraídas de um blog, sobre como uma mulher com mais de 40 anos deve se vestir, viver e comportar, refletem exatamente o significado dessa revolução do comportamento na moda.
Foi-se o tempo em que as mulheres com mais de 40 anos se consideravam velhas e deixavam-se abandonar pela beleza de um corpo bem esculpido. O que antes era verdade absoluta pode deixar de ser em um passe de mágica. Duvida? Então analise comigo as próximas seis dicas de como se manter linda e elegante aos 40, e decida você mesma.

1• Procure os penteados para mulheres acima de 40 anos nas revistas de moda, para obter o mais adequado a si mesma
Errado.
Atualmente as revistas de moda estão, cada vez mais, deixando de segmentar as mulheres por faixa etária, pelo simples motivo de que a idade de cada mulher depende de inúmeros fatores e não apenas da data do registro na certidão de nascimento. Hoje, com a diversidade de produtos para a tintura dos cabelos, não existe mais penteado ou cor específicos para cada idade. Um cabelo curto, chanel pode ficar tão bem em uma garota de 18 anos quanto em uma mulher de 48. Basta acertar a cor que combine com o seu tom de pele e estilo de ser.

 
<< Início < Anterior 21 22 23 24 25 26 Próximo > Fim >>

Página 26 de 26

Indique !