Casa e Jardins
Reforma? Mudança na produção sem pesar no seu bolso.

Está querendo dar aquela repaginada na sua casa, mas está com aquele receio do quanto isso pode custar para o seu bolso? Pois acredite: com um pequeno investimento, que cabe no seu orçamento, e mudando pontos chave, você consegue um efeito de cair o queixo.

Só de mudar a cor das paredes ou dos tecidos dos estofados já faz com que o ambiente se atualize, e sem extrapolar nos custos! Uma opção show de bola para quem pensa em transformar sem gastar, por exemplo, é a instalação de paineis de madeira.
Impressionante o efeito que produzem.

A seguir, veja algumas dicas ilustradas de como mudar.
Inspire-se a vontade!

Comecemos com essas imagens: observa-se que, ao pintar as paredes e detalhe do gesso com um tom mais escuro, os quadros ganham destaque. A mudança na produção de objetos não pode passar desapercebida: a opção aqui foi pela retirada do recamier no hall e a colocação dos objetos ao lado do sofá.

 
Casal transforma varanda em espaço para cuidar da saúde

Ser avesso a academia não é desculpa para passar o dia “jogado” no sofá da sala. Escolha um ambiente de sua casa, adapte-o e movimente-se

 

O Engenheiro Civil Antônio Claudio* - que reúne mais 320 casas de alto padrão em seu currículo - sempre foi um esportista de mão cheia, se dedicando ao tênis, ao futebol e outros esportes. "Resolvi montar uma academia em casa pensando na saúde, no bem-estar e no condicionamento físico da minha família", conta ele, que se dedicou ao projeto por acreditar que é um grande ganho pessoal.

Inspirado nas cabanas de Bora Bora (ilha na Polinésia Francesa), e utilizando o sapé como matéria prima - o que permitiu um ar leve e agradável – Antônio incluiu a piscina, a quadra e o paisagismo apenas na 2ª fase da construção; a sala de ginástica começou a ser construída apenas na terceira fase da obra.

"Fiz mais de 30 casas inspiradas no projeto da minha, usando, inclusive, eucalipto roliço.
Isso porque ele reduz a pressão sobre a mata nativa e protege sua fauna; recupera solos exauridos pelo cultivo e queimadas e controla a erosão; mantém a cobertura do solo pela deposição dos resíduos florestais; contribui para regular o fluxo e a qualidade dos recursos hídricos; estabiliza o solo, promovendo a retenção de água; absorve grande quantidade de CO 2 da atmosfera, diminuindo a poluição e o calor e combatendo o efeito estufa e é uma fonte de riquezas econômicas e sociais, gerando empregos e mantendo o homem no campo.
Passo a passo
Em primeiro lugar, escolha o lugar em que se sinta completamente em paz. Pode ser uma varanda, um quintal ou jardim, um cômodo, ou qualquer outro espaço que te deixe minimamente isolado (a) e relaxado (a).
Pronto! Agora é mentalizar coisas boas, deixar os problemas e a preguiça da porta para fora, e aproveitar cada centímetro de energia renovada da sua casa.
Se tiver um espaço como um quintal, é excelente para uma caminhada – mesmo que em círculos – e a piscina pode ser local de umas braçadas ao fim do dia, ou até mesmo de uma sequência de exercícios de hidroginástica ou deep running. Um tapete ou esteira no gramado ou varanda também pode ajudar na hora de fazer os tão temidos abdominais ou ainda um alongamento.

Para quem gosta de atividades ligadas à Natureza, o sapé estabelece um contato mais próximo com ela. A matéria prima redescobre a força da terra, os poderes das pedras e as importantíssimas propriedades das plantas.

Optar por um revestimento natural é uma forma de integrar a construção com o verde.

 

O eucalipto roliço tratado tem sido uma saída ecologicamente correta para manter o progresso e o bem-estar da humanidade.

 

 

Criando um cantinho para cuidar da saúde e da mente

 

Comece pela decoração do ambiente. Caso a religiosidade seja algo imprescindível para você, imagens de santos, gurus ou orixás são peças fundamentais. É interessante também incluir uma área verde ou casos com plantas e flores, de acordo com o tamanho do espaço. Cuidar dessa pequena parcela de flora e mantê-la, ajuda a acabar com o estresse diário. Se o espaço for pequeno, o bonsai – planta oriental – é ideal. Uma fonte de água corrente para se desconectar ainda mais e evitar barulhos externos, é igualmente válido.

 

Logo depois, vem a iluminação, ou melhor, a falta dela. Ambientes com pouca luz contribuem para uma melhor concentração, mas caso você não seja adepto a ambientes mais escuros, opte por velas com perfumes suaves e relaxantes; se houver uma lareira em sua casa, use-a.

 

Outra boa dica é investir em óleos essenciais, em especial o de lavanda, que inalado por apenas 5 minutos, diminui o cortisol – hormônio do estresse. Invista em camomila, ótima para acalmar os nervos e tensões e em laranja, que diminui a ansiedade. Vale ressaltar que os aromatizadores aceleram o processo de desligamento. Eles liberam o aroma aos poucos e não são enjoativos,

 

E por fim, o principal: sons. Tranquilos, obviamente. Se você mora numa região pacata, em meio a natureza, prefira ouvir os sons do ambiente. Agora, se por acaso a sua morada for em meio ao caos, coloque uma trilha sonora relaxante. Existem vários aplicativos que podem ser ótimos auxiliares nesta etapa. O Deezer, por exemplo, tem playlists exclusivas para meditação. Ouça as músicas entre 10 e 5 minutos antes de começar a meditar.

 

Recomenda-se ainda que preste atenção nas cores do local escolhido – tanto paredes, quanto móveis e objetos. Elas influenciam diretamente na energia do ambiente. Neste caso, abuse de cores claras.



 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 3 de 24

Indique !