Casa e Jardins
Home Theater dia dos Pais Leia +


Por Beatriz Dutra

Nesse mês, não teria tema melhor a ser abordado do que o lugar preferido dos papais na casa, não é mesmo? De forma geral, quando o assunto é obra ou reforma de casa, as mulheres se preocupam com tudo: desde acabamentos, tecidos, composição de cores até iluminação harmônica, sem que os homens se interessem em interferir muito nas escolhas. Em compensação, quando chega a parte do home theater, eles compram a causa sem fazer economia.

Somado ao interesse natural dos homens pela parte multimídia da casa, em tempos de crise e violência, sair de casa com a família para ir, por exemplo, ao cinema, tornou-se um passeio que, além de caro, por envolver estacionamento, eventuais guloseimas e o próprio ingresso, oferece mais risco. Cada vez mais se têm optado pelo lazer em casa e a crescente tecnologia é protagonista nessa mudança de comportamento. Qualidade de som, imagem full hd, possibilidade de pausar e voltar a programação quantas vezes quiser e o conforto do sofá de casa estão desbancando até mesmo os movimentados estádios de futebol.

As antigas salas fechadas e escuras foram substituidas por espaços amplos e integrados  com o restante da casa.  Mais uma vez a tecnologia auxilia nessa transformação, já que é crescente o leque de opções por televisões e telões que mantém a qualidade de imagem mesmo com a incidência de maior claridade e os aparelhos de som mais potentes, que possibilitam um desempenho de cinema mesmo em espaços caseiros e abertos.

No projeto de um home theater, uma série de fatores devem ser levados em consideração e, apesar de não haver regras rígidas, alguns detalhes possibilitam desfrutar dessa experiência de forma completa e satisfatória.

Mobiliário: a palavra chave na hora de escolher mobiliário para esse ambiente é conforto! Poltronas largas, muitas vezes reclináveis, revestimento com material agradável ao toque e de preferência, que necessite de pouca manutenção. Sofás grandes em “l” ou em “u” são bastante utilizados.

Além dos conhecidos sofás e poltronas, futtons largos colocados no chão e revestidos de lona, material resistente, pré-encolhido e de fácil lavagem. Adicionadas algumas almofadas, viram um local perfeito não só para as crianças, mas também adultos assistirem a filmes ou programas juntos de forma descontraída e confortável.

Cores: homes são locais de agregação da família, amigos e parentes. Como tal, é bem possível que eventualmente caia pipoca e refrigerante no meio dessa empolgação. É importante que a escolha de cores, principalmente nos estofados e tapetes seja feita pensando nisso. Portanto escolha tecidos limpáveis ou capas com cores claras, que sejam  fáceis de lavar e difíceis de desbotar e tapetes mesclados onde as manchas aparecem menos.


 
Design com Sucata Leia Mais

O garoto que caiu de Paraquedas no mundo do design

O cara da Mesa. Pelo menos foi assim que Rapha Preto ficou conhecido no meio do design e da arquitetura. Caiu de paraquedas, sem saber os olhares que sua obra atraia. O grande interesse das pessoas em suas peças, logo de início, foi definitivo para que ele percebesse o seu potencial. Ninguém conhecia Rapha pelo nome, mas por ser “O Cara da Mesa”. Criou com sucata da metalúrgica de sua família a sua primeira luminária. Mas um amigo postou no Instagram e Rapha não teve mais sossego. Muita gente o procurou para encomendar peças. No Club Casa,  conheceu a designer Juliana Zeli. Certo dia Rapha recebeu um telefonema de Juliana que perguntava se ele sabia fazer uma mesa, pois o seu fornecedor habitual não iria entregar. Rapha respondeu que sabia e começou a se aventurar na criação da sua primeira. 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 6 de 23

Indique !