Cuide-se
Patchwork® Psicologia e Espiritualidade que cuidam de você


Por Mariana Marçal
Cheguei um pouco tímida durante a aula de Pathwork®, mas logo me senti confortável sob o olhar sereno e o sorriso largo da facilitadora Silvia Cecchi, helper de Pathwork®.
Bia e Isadora, alunas de Silvia, já estavam na sala e, ao tirar o sapato, logo na entrada, senti a energia do trabalho crescer gradativamente dentro de mim.
Disposta a ficar até o final da palestra – a terapia durou três horas ininterruptas – aquele momento não era tão desconhecido; eu já havia estudado o Pathwork® em outra ocasião, mas não havia tido o prazer de vivenciar ou entender de fato o que ele representa para a vida.
Silvia elenca alguns temas e provoca para que suas alunas tragam a tona suas vivências diárias, relacionadas ao assunto. Uma delas se emociona. O conteúdo em destaque tem tudo a ver com o momento atual, que ela divide ali, inclusive para mim, uma mera desconhecida.
Renata, a outra aluna, chega e junta-se a nós. Divide a experiência que teve no final de semana e se mostra feliz por ter controlado as suas emoções e evitado alguns conflitos na vida pessoal.
Entendi que é exatamente esse o ponto do Pathwork®: um trabalho de autoconhecimento que permite o controle das emoções.
O encontro passa voando, enquanto nossos sentimentos são regados a um chá quentinho e saboroso. Me rendi a três xícaras, enquanto observava as mulheres a minha frente.
Acabou. Demos as mãos. Agradeci pela aquela energia. As abracei e sorrimos.
Uma experiência que vou carregar na memória e que permitiu que eu olhasse o mundo e as relações humanas de uma outra forma.
Gratidão!
O que é o Pathwork®?
Pathwork®na prática
Mulheres, homens e crianças a partir de nove, dez anos. O Pathwork® é para todos aqueles que, mesmo se sentindo realizados em diversas áreas tem, uma “sensação de que deve existir outro estado de consciência mais satisfatório e uma capacidade maior de viver a vida.
Renata Von Poser
Mais maturidade nas escolhas do dia a dia, gerando mudanças positivas na vida;
Silvia Cecchi - Espaço de Vida para Você
Vintage Office – Estrada do Capuava, 4421, Sala 322, Torre B, Granja Viana, Cotia/SP
Entre em contato: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.


Trata-se de metodologia própria com um conteúdo prático para a vivência de um caminho pessoal de autoconhecimento, aliando aspectos filosóficos, espirituais e psicológicos, baseada num conjunto de 258 palestras sistematizadas pela austríaca Eva Pierrakos durante 20 anos de trabalho. Como foi mencionado no título, é a psicologia aplicada na espiritualidade.

 

É um exercício diário de auto-observação das reações, pensamentos, sentimentos, atitudes e julgamentos dos fatos que ocorrem no cotidiano.

O Pathwork® capacita para lidar com situações desafiadoras da vida, fortalecendo os indivíduos de forma física, emocional, mental e espiritual.

 

Quem pode praticar?

 Quem pratica

Na minha visão é uma mescla de psicologia com espiritualidade (sem dogmas ou religiões), onde somos encaminhados por um percurso delicioso de autoconhecimento. Percebo mudanças claras em padrões comportamentais meus que acabavam resultando em conflitos. Hoje consigo ver com muito mais clareza a situação e tenho uma rotina mais harmônica e conectada comigo mesma. Gosto muito do modo de condução, estimulado por palestras e trocas com o grupo, que nos fazem ver, por meio de outras histórias, a nossa própria história”. Bia Cavalcante

 

 No dia a dia, essa terapia me ajuda a ver quais são estes meus pontos de trabalho e de foco. Também acredito que o fato de termos um grupo de troca experiências e dividir conflitos nos torna mais fortes. Tenho prestado mais atenção em minhas reações emocionais e acolhido melhor minhas faltas, pontos que ainda não consegui mudar. Renata Grabowski

 Entrei neste caminho de autoconhecimento por uma crise no meu casamento, que rapidamente se estabilizou. Desde então colho os frutos de uma vida mais madura e consciente. Este caminho me faz rever atitudes e aprender a conhecer os reais motivos por detrás de medos, falsas crenças e exigências infantis. A transformação foi tão profunda que agora também participo dos grupos de formação em Pathwork®, além das sessões semanais. Quero promover a técnica em meus trabalhos com crianças e famílias promovendo este despertar”. 

 Benefícios do Pathwork® 

Favorece a autorealização pela expressão dos nossos talentos e dons;

Sabedoria para lidar com as frustrações;

Mais consciência dos defeitos e falhas, acentuando-as sabendo que todo ser humano as possui;

Desenvolve a autoestima;

Ensina o Indivíduo a se conhecer melhor;

Leva a análise dos aspectos relacionados a culpa, vergonha, medo e reações de submissão, rebeldia e falta de limites

Possibilita a auto aceitação e, consequentemente, menos julgamento de si mesmo e dos outros;

Desenvolve a capacidade de análise, de ser um terapeuta de si mesmo;

Mais acolhimento, delicadeza e cuidado de si.

 

 

Onde encontrar:

 
DANÇAR É PRECISO

"A dança é simplesmente vida intensificada." (Bernhard Wosie)

Qual foi a última vez que você desacelerou? Tirou um tempo para cuidar de si?

O caos diário e a correria contra o tempo faz com que nos tornemos negligentes em relação a nossa saúde física e mental, no entanto, é preciso canalizar a pressão da rotina de alguma forma e uma das melhores alternativas para isso é a dança.

Mais do que extravasar, o tipo de dança que ilustra esta matéria é terapêutica, traz autoconhecimento, estimula a concentração, coordenação, aumenta a autoconfiança de seus praticantes, alivia o estresse e ajuda, inclusive, no combate à depressão.

Estamos falando da dança circular, conhecida também como dança circular sagrada, prática desenvolvida pelo coreógrafo alemão-polonês Bernhard Wosien (1908 – 1986) na década de 50, a partir de pesquisas sobre danças folclóricas de inúmeros povos.

Sua principal característica é o sentimento de união que se instala na hora em que as pessoas do grupo ficam de mãos dadas. O apoio e auxílio mútuos desse momento transcendem o individual e focam no coletivo.

De forma alegre e lúdica as danças circulares trabalham fortemente o aspecto de união e colaboração, sem falar na maravilhosa oportunidade de poder errar, pois uma das características das danças circulares é a repetição dos passos durante a música que permite ao participante a aprender e ainda ajudar quem erra”, afirma Eliana Tessitore, fisioterapeuta e mestre em enfermagem psiquiátrica, que utilizou a dança circular em seu trabalho corporal dentro da Psiquiatria.

E completa: “No meu trabalho corporal, na Psiquiatria, nós dançamos tradições de povos distantes e, sobretudo, criamos as nossas a partir de movimentos que representavam uma pessoa em surto psicótico e depois saindo dele. Assim os pacientes se organizavam interiormente, aliviavam o medo do seu próprio descontrole e recebiam, como um bálsamo, o vislumbre da possibilidade de sair do surto. Foi extremamente importante e magnífico!”

As aulas são ministradas por focalizadores – nome dado a quem comanda a roda – e assim que as pessoas pegam o jeito, se soltam e entram em contato com seu interior mais profundo, com suas raízes, o que as remete à tranquilidade.

A atividade chegou ao Brasil nos anos 80 e rapidamente tornou-se popular. Atualmente é praticada em parques e está sendo cada vez mais difundida em centros culturais e esotéricos, além do mundo corporativo – já que muitas empresas adotaram a prática.

Em Cotia, um dos locais que oferece este tipo de atividade é o Ulabiná, espaço cultural dentro da Vila da Mata, localizada na Granja Viana. As aulas acontecem às sextas-feiras, das 19h20 às 21h00, e são gratuitas, entretanto, o participante pode colaborar com o preço que achar justo.

Gosto da dança circular porque ela mistura todas as idades e aceita a todos. A roda é feita de pessoas e, ao mesmo tempo, é uma coisa só. As pessoas mudam, a roda continua. Na verdade ela só existe quando as pessoas se colocam em círculo, se dão as mãos e dançam”, conta Jany Vargas, focalizadora no Ulabiná.

Agora que você já conhece a dança circular e seus benefícios, quando pegar horário de pico na Raposo, saia do trânsito e pare num desses lugares para praticá-la.

E lembre-se: quem está vivo se move! Quem respira, pode dançar.

Fuja do caos. Dance.
Benefícios da Dança Circular
- Faz bem para o corpo, para as emoções e para a mente;
- É para todos;
- Ensina cidadania, é lúdico e terapêutico;
- É uma meditação;
- Alivia o estresse;
- Estimula a concentração;
- Ativa a memória;
- Ajuda a sair da depressão;
- Proporciona conexão com a natureza;
- É uma poderosa prática de bem estar e desenvolvimento pessoal.
Parque Cemucam
Todo domingo, das 9h30 às 11h00, ao lado da administração
Preço: Gratuito
Focalizadora: Céline Lorthiois 
Tel.: (11) 4702-2126 - Rua Mesopotâmia, s/n (km 25 da Rodovia Raposo Tavares sentido Capital) - Jd. Passárgada, Cotia.
Toda sexta-feira, das 19h20 às 21h00
Preço: Gratuito (Colabore com quanto puder)
Focalizadora: Jany Vargas
Tel.: (11) 9 8245 - 5118 - Av. São Camilo, 288 – Granja Viana
E-mail:

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Toda terça - feira, às 15h30
Preço: gratuito
Tel.: (11) 4704-4710 - Rua Alberto Giosa, 390 (km 282 da Rodovia Régis Bittencourt) - Embu das Artes
criamos as nossas (danças) a partir de movimentos que representavam uma pessoa em surto psicótico e depois saindo dele”, Eliana Tessitore

ONDE ENCONTRAR

Ulabiná – Vila da Mata

Parque do Lago Francisco Rizzo


Olho da Matéria

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 3 de 24

Indique !