Não me leve a mal, vou beijar-te agora, hoje é Carnaval.

Que tiro foi esse, que tá um arraso - A música hit para este carnaval foi escolhida, mas, e sua fantasia, já? Não estou falando do que você irá fazer em quatro paredes ou até mesmo quando colocar o seu bloco na rua, mas sim, o que irá vestir para curtir a temporada de Carnaval. Falo temporada pois em cada parte deste país o Carnaval é do tamanho da alegria de seus pierrôs e colombinas. Tem gente chamando mamãe eu quero e pedindo a chupeta pra não chorar até hoje!
Vai saber, não é?

 Pirata da cara de pau - Não pense você que basta colocar um lenço na cabeça e vestir qualquer chitão colorido, que o look já está valendo uma fantasia. Muitas pessoas passam o ano todo criando e confeccionando o que irão vestir para fazer o maior sucesso na avenida, seja ela uma Marquês de Sapucaí da vida ou até mesmo a calçada de suas próprias casas. Fantasia, para ser hors concours, merece ser estudada, planejada, tecida, provada e admirada antes mesmo de sua estreia. Nada mais constrangedor que uma alça que não para no ombro nem por um decreto ou aquele tomara-que-caia que faz jus ao nome. Fala sério! Se você quer sair por aí ostentando o Apogeu do Cisne Negro na Babilônia de Nabucodonosor, não será depenando um frango de encruzilhada ou apenas caindo num pote de purpurina dourada que irá impressionar qualquer juiz desavisado, concorda?

 Vou de camarote, o que devo vestir? - Ah, essa é fácil! Basta customizar a camiseta do patrocinador. Mas cuidado para não pecar pelo excesso, ok? Tem gente que acha que é possível fazer de uma camiseta, um vestido longo, digno de qualquer red carpet. Além de perder na categoria originalidade feminina, o excesso é deselegante e sempre causa desconforto. Isso sem falar que a sua alegria poderá ir para o espaço já na concentração. Carnaval foi feito para ser leve. Lantejoulas sempre serão os acessórios mais bacanas para deixar a sua fantasia alto astral. Recorte, borde, pinte, faça alguns nós e libere os caminhos para que toda a sua energia resplandeça.

Meu look é o abadá - Se a ideia é seguir um trio elétrico, capriche no calçado. Esta é a peça principal de sua fantasia. Ficar pulando de 4 a 8 horas seguidas atrás de uma Daniela Mercury animada não é para qualquer sapatilha, não. Use aquele tênis que melhor se adapta ao seu pé. Sim, sim, o mais velhinho... aquele que entra como uma luva em seu pezinho. Escolher o calçado correto é nota 10 nos quesitos praticidade e conforto.

Vou beijar-te agora, não me leve a mal - Aproveitando o momento e independente da fantasia. Se feiticeira, noiva-abandonada-no-altar, enfermeira, policial, palhaço, índio, marinheiro, noviça rebelde, pantera, gatinha ou anjinho, tem algo que você não pode deixar de vestir de jeito algum: a camisinha. Sim, a camisinha é peça fundamental para a sua diversão não acabar na quarta-feira de cinzas. Proteja-se. Beije à vontade. O máximo que você poderá pegar é sapinho nos lábios. Mas se o clima esquentar e você decidir continuar a festa a dois, use camisinha. A sua saúde, a saúde da pessoa a quem você decidiu compartilhar toda a sua alegria merece este cuidado. Brinque com tudo e com todos, menos com a vida.

Celso Finkler é publicitário e pós graduado em psicobiofísica.
celsofinkler@hotmail.com

 

 

Indique !