Os Trucks gastronômicos

Quais os cuidados para montar o seu

 Carros de comida de rua sempre existiram, talvez de uma forma mais precária. Mas neste século testemunhamos o grande boom deste tipo de comércio, de uma forma profissional, os food trucks.

O termo Food truck é importado dos Estado Unidos. Essa história começou no Texas da década de 1860. Charles Goodnight transportava alimentos e utensílios em um caminhão militar adaptado, para servir refeições a tocadores de rebanho que viajavam para manejar o gado. Com o passar do tempo, os carrinhos foram aumentando e conquistaram o mundo.

No Brasil, o Boom dos Food Trucks foi em 2014.

Com a regularização das comidas de rua pela prefeitura de São Paulo e a crise, muitos chefs acabaram optando por esta forma de comércio com custos menores, sem deixar de lado o charme e sofisticação de um prato gourmet.

Mas para investir em um comércio como este, é necessário estar de acordo com a legislação municipal da sua cidade. A plataforma do seu food truck pode ser um caminhão usado ou novo, pois a legislação não exige que o veículo seja novo. O veículo precisa ser adaptado para poder atender às suas necessidades de preparação e comercialização dos pratos atendendo às exigências da ANVISA e também da prefeitura do seu município.

Mas antes disso é preciso definir o tipo de comida que se pretende servir e as necessidades estruturais para o carro adaptado a esse tipo de comércio. Se você for trabalhar com comida quente, por exemplo, a adaptação incluirá a instalação de fogão, forno e fritadeira. Se você vai oferecer saladas, sanduiches pré-preparados e outras coisas do gênero, a necessidade será de refrigeradores para conservação dos alimentos.

A estrutura é composta por dois elementos distintos, o caminhão e a parte da cozinha. É na escolha desses elementos que irá determinar o valor a ser investido.

Existem várias empresas especializadas em adaptação de food trucks. O preço pode variar de R$ 30 mil a R$ 350 mil, dependendo do tipo de veículo e da necessidade de uma cozinha industrial ou não.

Neles é colocada uma estrutura com sistema hidráulico, isolamento térmico e acústico, revestimento de pisos e paredes, água e esgoto, elétrica (iluminação, tomadas, som, quadro de distribuição de energia), marcenaria, toldo, plotagem e aplicação de adesivos personalizados, etc.

Vários tipos de carro podem ser adaptados, desde kombis e minifurgões até caminhões e containers. Existem hoje várias empresas especializadas neste trabalho. As opções são muitas, mas você deve prestar atenção se a empresa segue as regras estabelecidas pela ABNT e homologadas pelo Inmetro e Denatran. O negócio é pesquisar com carinho antes de investir no seu comércio sobre rodas!

 

Fontes:

http://rcatransformacoes.com.br/produtos_em_destaque.php

fagbrasil.com

berta.com.br

truckvan.com.br

 

 

 

 

 

 

Indique !