Montanhismo, bom para o corpo, bom para alma Leia +


Foram 4 alpinistas.

“acabamos partindo para um curso de 5 dias de escalada no gelo, já na montanha, para também aclimatar. Quando voltamos, ficamos estarrecidos ao saber que 34 dias depois de termos estado na montanha, uma avalanche matou 8 alpinistas exatamente no mesmo lugar por onde pisamos..”

A última aventura foi em dezembro de 2010, quando tentou o cume do Aconcágua. Mas esta história Alex ainda está terminando de escrever.

Perguntamos a ele qual a satisfação de chegar ao cume.

“Conquistar um cume é algo divertido e empolgante, mas precisa manter as reservas, pois é apenas a metade do caminho...Você tem que se lembrar que existe o trecho da volta (80% dos acidentes ocorrem na descida) e que a aventura só termina quando você volta pra casa e abraça a sua família.”

O montanhismo é uma aventura perigosa. É preciso ter cautela. Segundo Alex, um dos maiores dificultadores da alta montanha é a alteração brusca do clima. A febre do cume também é perigosa: “Muitos pagaram com a vida ao cometer esse engano.”

Outro problema comum é o “mal da montanha”, uma síndrome que ataca as pessoas devido à diminuição do oxigênio e da pressão atmosférica, conforme se realiza a ascensão.

“Não menospreze esse efeito, pois ele ataca rápido e sem avisar. Dores de cabeça, vômitos, urina escura e diarreia  são sintomas clássicos que levam à Morte ou a um dano cerebral”, alerta.

Mas o objetivo da montanha faz com que a pessoa comece a se cuidar melhor.

“Como é um esporte que envolve o planejamento, você acaba desenvolvendo uma condição muito boa de organização, disciplina e metodologia, que vai usar muito na sua vida cotidiana...se mantiver a atenção à cognição...é claro!”, finaliza o montanhista.

Para acompanhar em detalhes as viagens de Alex, acesse o endereço:  saguisimio.blogspot.com.br


- Não vá sozinho e contrate sempre um (bom) guia.

Inicie fazendo trilhas e acampamentos em regiões seguras. A Serra da Mantiqueira oferece diversas opções, para vários estágios de iniciação.

- Leia tudo que puder sobre o local para onde pretende se aventurar.

- Faça cursos especializados para aprender a usar os equipamentos.

- Nunca vá sozinho, procure a segurança de um grupo mais experiente.

- Exercícios físicos são tão necessários quanto escovar os dentes.

- O triathlon oferece o pacote mais completo para deixar o corpo em boas condições.

- Os 3 equipamentos básicos do montanhista são: botas, mochila  e saco de dormir... (fundamentais).

- A mochila Precisa ser ajustada ao seu porte físico e ser escolhida conforme sua necessidade de transporte.

- Não economize no saco de dormir. Para temperaturas negativas o ideal é usar os que são feitos de penas de ganso.

- Evite o sentimento de competitividade, de quebra de recordes. Isso pode matar.


Fonte: Alexandre Vicentini

saguisimio.blogspot.com.br



 

Indique !