Deboístas, graças a Deus!

E para entender um pouco mais sobre esta filosofia e modo de vida, a  revista Tudo conversou com os mantenedores da página, João Pedro, Sanzio Placides, Samir Cambraia, Roberto Pereira e Vitória Gomes, que responderam todas as perguntas juntos. Segundo eles, para ser deboísta  “Não existe uma formula pronta. Cada um tem o seu caminho e o seu jeito de ficar de boas.” O deboísta pode nascer assim ou pode aprender a ser, pois existem pessoas que já nascem com a essência e outros que  - quando sentem necessidade - aprendem com o tempo.

As principais dicas para ser um deboísta são:  “Não tretar; manter o espírito e o corpo saudáveis;  encarar os problemas da forma mais versátil e tranquila possível; tentar manter a cabeça fria frente às dificuldades e finalmente, amar como se não houvesse amanha.”, explicam os criadores da página. Talvez isso seja algo próximo do que John Lennon tentou dizer ao lado de Yoko Ono e foi ridicularizado.

O movimento já possui uma série de simpatizantes como a colunista Vanessa Lima, do blog 2opiniões, define que gostou do deboismo, porém acredita que  praticá-lo “não é fácil quando se esta cercado de gente que não está de boa.” Para ela, “Estar de boa é abdicar da arte de achar que tudo deve estar na perfeita ordem e harmonia que sua cabeça acredita ser necessário, para entrar numa vibe de pegar as energias negativas e canalizar tudo em amor.”


Outro caso é do  editor, Roberto Pereira, que ao ser apresentado à página, rapidamente tornou-se um fã e hoje é um dos principais membros e idealizadores do deboísmo.

Os seguidores da página, chamados carinhosamente de “preguiçinhas”,

enviam perguntas, dicas, sugestões e experiências para serem compartilhadas com todos. Uns pedem conselhos, outros compartilham momentos em que ficaram de boas frente a situações difíceis. Na página são compartilhados também elogios, críticas e ideias. Entre os críticos há pessoas que consideram esta uma forma de se alienar perante os acontecimentos e fugir das responsabilidades como cidadãos. Os deboístas defendem-se dizendo que “Nunca recomendam fechar os olhos para os problemas, só acham que é melhor enfrentá-los com tranquilidade, sem estresse.”

Por fim, a filosofia deboísta  basicamente critica de forma bem humorada o estado atual de nossa sociedade, no qual vivemos cada vez mais estressados, odiosos e apressados. Então o deboismo vem ensinar exatamente o contrário e ressaltar a importância da paz, do amor, da tranquilidade e da harmonia em nosso dia-a-dia.

A colunista Vanessa Lima completa seu texto no blog “2opiniões” dizendo que “Deboísmo é sobre amor. Amor que emana nas atitudes da pessoa “de boa”, que estão na vibe de apenas absorver o que realmente interessa. Será que um dia essa nova filosofia poderá chegar em todas as casas e ser ensinada nas escolas?”

Sem dúvida, se isso acontecer, teremos um mundo bem melhor!


Os 10 mandamentos do Deboismo:

1º: Não tretarás com o próximo.

2º: Não deixarás pequenos problemas do dia a dia te atingir.

3º: Respeitarás pontos de vista diferentes e criarás opiniões independentes, com base em seu próprio raciocínio e em sua experiência de vida.

4º: Contagiarás o mundo com o deboísmo, fazendo de tudo para não provocar o mal.

5º: Farás amor e ficarás de boas, vivendo sempre com aquele sentimento de alegria e deslumbramento.

6º: Tentarás sempre aprender algo novo e deixarás a mente fluir.

7º:  Só tomarás decisões importante após longas noites de sono e questionarás as tais verdades absolutas.

8º:  Escutarás boas musicas.

9º: Manterás o corpo, a mente e a alma saudáveis, e estarás sempre disposto a perdoar o outro.

10º: Respeitarás a Mãe Terra, pois ela já estava de boa muito antes de você existir, e não farás com os outros aquilo que não gostaria que fizessem com você.

Fontes:

Deboismo. Equipe da página: João Pedro, Sanzio Placides, Samir Cambraia, Roberto Pereira e Vitória Gomes.

facebook.com/deboismodeboas/?fref=ts

capricho.abril.com.br

2opinioes.wordpress







 

Indique !